O que esperar taticamente de Júnior Tavares no Sport?

Júnior Tavares chega ao Sport para suprir uma lacuna deixada pelas atuações irregulares de Sander e Juba. Lateral-esquerdo de origem mas versátil, ele pode atuar também no meio-campo, como no Portimonense-POR, seu último clube. Com Tavares, o time de Portimão costumava se postar no 4-3-3.

Portimonense no 4-3-3 com Tavares de ponta (Feito no Tactical Pad)

Atuando no meio de campo do Portimonense, Tavares marcou seu primeiro e único gol como profissional, no duelo com o Benfica, pelo Campeonato Português. Ele aproveitou o rebote da defesa dos Encarnados e acertou um lindo chute para estufar as redes do goleiro Vlachodimos.

Se jogar no meio de campo no Sport de Jair Ventura, Tavares pode protagonizar uma dobradinha com Sander ou Juba pelo lado esquerdo, auxiliando na circulação de bola e na criação de jogadas.

Sport com Tavares de Ponta (Feito No Tacitcal Pad)

Júnior Tavares tem um bom aproveitamento nos passes, chegando a deixar os companheiros na cara do gol em algumas ocasiões. Contra o Sporting, ele deu belo lançamento para o colombiano Jackson Martínez, que só não marcou por conta de uma ótima defesa do goleiro.

Pela Primeira Liga 2019/2020, Tavares deu 546 passes, com 449 completos (82%). Defensivamente, tentou 32 desarmes e conseguiu 22 (69%). Por outro lado, ele não conseguiu nenhuma assistência, o que é ruim para um lateral.

Números de Júnior Tavares na temporada 2019/2020 (Por João)

Antes do Portimonense, Tavares teve uma rápida passagem pela Itália. Na Sampdoria-ITA, ele atuou como lateral-esquerdo no 4-4-2 adotado pelo treinador Marco Giampaolo. Porém, não foi muito aproveitado no time de Gênova, disputando apenas três jogos.

O 4-4-2 da Sampdoria com Júnior Tavares de lateral (Feito no Tactical Pad)

Pela Sampdoria, em 2019, Júnior Tavares jogou ao lado de um dos grandes nomes do futebol italiano: Fabio Quaglierella, hoje com 37 anos. Tavares chegou a dar bom passe para o craque contra o Chievo, mas o gol não saiu.

Passe de Tavares para Quagliarella (Feito no Klipdraw)

Júnior Tavares viveu seus melhores dias no futebol vestindo a camisa do São Paulo. Entre 2016 e 2018, ele deu três assistências e era peça importante no no 4-3-2-1 ou 4-4-2 adotado por Rogério Ceni – também trabalhou com André Jardine durante este recorte.

Tavares no São Paulo de Rogério Ceni (Feito no Tactical Pad)

Quando o São Paulo se defendia no 4-4-2, Tavares demonstrou obediência tática para recompor na primeira linha de defesa. Se repetir isso no Sport, pode ser bem útil ao estilo de jogo imposto por Jair Ventura.

Júnior Tavares recompondo na primeira linha (Feito no Klipdraw)

Tendo a bola, Tavares também se destacou no São Paulo, onde deu assistências e alguns passes decisivos. Contra o Grêmio, em 2017, ele voltou para armar o jogo e acertou um lindo lançamento para o companheiro e o gol por pouco não saiu.

No ataque, Júnior Tavares também tinha sua importância tática e técnica. Atuando aberto pela esquerda, ele deu boas opções de passe no São Paulo, sempre com muita intensidade para quebras as linhas defensivas do adversário.

Tavares dá opção de passe pela esquerda (Feito no Klipdraw)

Como todo bom lateral que se preze, Júnior Tavares tem um bom aproveitamento em cruzamentos na área. Diante do Botafogo-SP pelo Campeonato Paulista, ele colocou a bola na cabeça de Gilberto, que completou para o fundo das redes.

Júnior Tavares cruza na cabeça de Gilberto (Feito no Klipdraw)

Além dos passes por cima, Tavares já deu ótimos passes pelo chão no São Paulo. No frame abaixo, fez grande jogada pela esquerda e deixou Marcinho na boa para marcar contra o Atlético-MG pelo Brasileirão.

Tavares dá ótimo passe para Marquinhos (Feito no Klipdraw)

Júnior Tavares pode ser uma boa opção para o Sport, também, em cobranças de falta ou escanteio, caso Thiago Neves não esteja apto. Ele era um dos principais encarregados na bola parada no São Paulo e foi assim que acionou Gilberto, contra o Corinthians, em 2017.

Tavares cobra falta com precisão na grande área (Feito no Klipdraw)

Em 2016, antes do São Paulo, Júnior Tavares teve rápida passagem no Joinville, clube onde disputou oito jogos. Sua primeira aparição no futebol foi pelo Grêmio, em 2015, subindo para o time profissional a chamado de Luiz Felipe Scolari para atuar no Gauchão.

Disposição tática do Grêmio de Scolari com Tavares (Feito no Tactical Pad)

Ainda muito jovem, Tavares não conseguiu ter bons números no ataque por ter mais obrigações defensivas com Felipão. Mesmo assim, também falhou na defesa, levando algumas bolas nas costas, como contra o Avenida.

Tavares vacila e leva bola nas costas (Feito no Klipdraw)

Texto e análise: Felipe Holanda

Fontes: Transfermarket e Infogol

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: