Carcará sofre empate no último minuto: análise Floresta 2×2 Salgueiro

Por: Felipe Holanda e Mateus Schuler

O Salgueiro tinha tudo para conquistar mais uma vitória na Série D do Brasileiro. Até que, aos 51 minutos do segundo tempo, sofreu o empate do Floresta no estádio Domingão, em Horizonte-CE, e teve que se contentar com o 2 x 2.

Com o resultado, o Carcará chegou aos 10 pontos na tabela, na 3ª colocação do Grupo 3. O próximo compromisso do time de Daniel Neri será contra o Campinense, neste sábado (24), no Cornélio de Barros.

COMO FOI

As equipes se conheciam, afinal, tinham se enfrentado há apenas quatro dias. Em campo, o equilíbrio outra vez foi a tônica do confronto, com ambas as marcações muito bem encaixadas. O fator casa pesou e o Floresta saiu em vantagem: Deysinho acionou Flávio Torres, que abriu o placar. Em seguida, o Salgueiro teve grande chance de deixar tudo igual, mas Renato desperdiçou um pênalti.

Taticamente, o Carcará utilizou muito o 3-5-2 com a bola nos pés, tendo Willian Daltro recuando para fazer saída de três. Além disso, a equipe de Neri tinha uma boa amplitude e povoava o meio de campo, facilitando a troca de passes.

Salgueiro no 3-5-2 (Imagens: MyCujoo)

O Carcará voltou melhor para o segundo tempo e logo empatou com Daniel. Depois daí, os pernambucanos cresceram no jogo, subindo a marcação e criando chances de perigo. Tarcísio quase marcou depois que a defesa dos cearenses deu espaço na grande área. Podia ter ampliado a vantagem e ganhar um pouco de tranquilidade no jogo.

Chance perdida pelo Salgueiro (Imagens: MyCujoo)

Ciel também tentou, mas o Tricolor do Sertão só chegou ao gol com Renato, que se redimiu cobrando pênalti quase aos 45. Ainda houve tempo, porém, para o empate do Verdão da Vila com Paulo Vyctor, aos 51, em outra penalidade – a terceira do jogo no total.

Escalação inicial do Salgueiro (Feito no Tactical Pad)

CENTRAL VENCEU DE NOVO

Outro pernambucano que entrou em campo nesta quarta-feira (21), pela Série D, foi o Central. Embalado após a primeira vitória, voltou a enfrentar o Coruripe e manteve a boa fase.

Diante do Hulk Praiano, a Patativa foi valente mesmo fora de casa e levou a melhor ao derrotar por 2 x 0, com gols de Aruá e Euller. O resultado colocou o alvinegro caruaruense, provisoriamente, na 3ª posição do Grupo 4, com 12 pontos ganhos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: