Como joga taticamente o Botafogo-PB, próximo adversário do Santa Cruz

Por: Anderson Santana e Felipe Holanda

O Santa Cruz tem mais um compromisso importante na Série C do Brasileiro: recebe o Botafogo-PB, no Arruda, pela 12ª rodada. Separamos para a torcida coral tudo sobre o próximo adversário: provável escalação, jogadores para ficar de olho e muito mais.

Comandado por Rogério Zimmermann, o Belo deve ir a campo diante do tricolor no 4-2-2-2, flertando com o 4-3-3 defensivo, tendo o meio povoado, os pontas dando amplitude e acionando os homens de frente, mas priorizando as primeiras linhas.

Disposição tática dos paraibanos (Feito no Tactical Pad)

COMO ATACA

Uma das principais armas ofensivas é a investida dos laterais, que sobem para cruzar na área, enquanto os pontas centralizam. Quem chega mais para o apoio é o lateral-direito Marcos Martins, velho conhecido da torcida coral; no frame abaixo, o reserva Kellyton estava no lance.

Investida ofensiva do Belo (Imagem: DAZN)

Na saída de bola, o time paraibano costuma utilizar uma esquema 3+3+1, verticalizando a posse para encontrar possíveis espaços na marcação adversária.  

Saída de bola dos tricolores (Imagens: DAZN)

O Botafogo é um time que sabe valorizar a posse de bola e trocar passes com calma, cansando a marcação em muitas vezes e podendo, assim, ter superioridade, postado no 4-3-1-2.

Belo no início na transição ofensiva (Imagem: DAZN)

COMO DEFENDE

O ponto fraco defensivo do Botafogo-PB é a exposição após as subidas dos laterais. Dessa forma, a equipe paraibana dá espaços que podem ser aproveitados pelos próprios laterais ou pontas do Santa.

Espaço dado pelos paraibanos (Imagem: DAZN)

No lado direito da defesa, o caso é ainda mais grave, onde o espaço costuma ser ainda maior. Pego no contra-ataque, os comandados de Zimmermann tendem a errar.

Zaga do Botafogo-PB exposta (Imagem: DAZN)

PRA FICAR DE OLHO

Ramon (ATA) – Jogador tem três gols em nove jogos nesta série C e é o principal goleador da equipe desde da saída de Lohan para o América-MG. A defesa coral vai ter que dobrar as atenções para o goleador do belo.

Marcos Martins ( LD ) – Uma das suas qualidades é a batida na bola. Ele teve uma boa passagem pelo Santa Cruz em 2019, atuando em 30 jogos e, com sete assistências para gol, foi o jogador que mais serviu companheiros.

Foto: Rodrigo Baltar/Santa Cruz

Higor Leite ( Meia ) – Um dos principais articuladores do Belo, que tem como características a criatividade, enfiada de bolas aos atacantes e busca por aproximação à área adversária, com chutes de média e longa distâncias.

Quem não joga: Fred e Rogério. Luís Gustavo, Marcos Martins, Vitinho e Erivelton estão pendurados.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: