Leão segura melhor ataque do Brasileirão: análise Atlético 0x0 Sport

O esquema defensivo de Jair Ventura no Sport deu certo. O rubro-negro segurou o melhor ataque do certame, contra o Atlético-MG, e somou um ponto importante na caminhada pela Série A neste sábado (24), pela 18ª rodada; a sequência de quatro derrotas consecutivas foi quebrada em grande estilo.

Com o empate sem gols, os leoninos ficam na 11ª colocação e somando agora 21 pontos ganhos. O próximo adversário, em partida que fecha o 1º turno, será o Athletico-PR na Ilha do Retiro. O confronto será no domingo (1º) e o treinador do Leão contará com os retornos de Iago Maidana e Marcão, suspensos pelo terceiro amarelo.

Postura tática das equipes (Feito no Tactical Pad)

O JOGO

Desde o início, já era sabido por todos que a proposta do comandante do Leão era manter a cautela defensiva, buscando atacar pouco e focar mais na defesa. Durante praticamente todo o primeiro tempo, houve alternância tática, mas sempre mantendo uma linha de cinco; a variação se deveu mais ao encaixe do Galo ao atacar.

Leão chegou a se postar no 5-3-2 ainda no início do jogo (Imagem: SporTV/Premiere)

Com isso, houve momentos em que o time ficava no 5-4-1 – algo recorrente na partida – e às vezes ia ao 5-3-2. Ainda assim, em alguns momentos teve descuido e os atleticanos levaram perigo, como aconteceu mais no final da etapa inicial por duas vezes. Na primeira, Savarino aproveitou espaço dado pela cabeça de área e chutou firme para boa intervenção de Luan Polli; em sequência, Keno passou para Jair na entrelinha, que soltou o pé e o goleiro afastou.

Apesar da pressão sofrida, os rubro-negros não se encurralaram e buscaram usar o contra-ataque como principal arma. No primeiro tempo, o Leão pouco apareceu, contudo um dos raros lances mostrou que o posicionamento para criação era bem tímido; a equipe leonina apostou em uma saída de três e os volantes

Rubro-negros tentaram sair ao ataque com linha de três e apoio na lateral (Imagem: SporTV/Premiere)

Na etapa final, o “abafa” dos mineiros seguiu ainda mais intenso, porém sem êxito pela atuação grandiosa do camisa 1 do Sport, que fez defesas de suma importância para o placar não ser alterado. E foi justo no segundo tempo que o 5-4-1 ficou mais visível nas quatro linhas, principalmente com a entrada de Marquinhos na vaga de Thiago Neves. Leandro Barcia, que às vezes ficava na referência, fixou de vez pelo lado direito na faixa central.

Mesmo sem dar chances aos pernambucanos de chegarem ao ataque, os atleticanos ainda cederam três finalizações contra 26 a favor. Dessas, nove foram em direção à meta leonina, que tiveram interceptações de Polli e da trave; nem mesmo os 76% de posse de bola deram resultado, muito menos os 17 arremates dentro da área.

Sport terminou o jogo se fechando no 5-4-1 com Marquinhos isolado no ataque (Imagem: PFC)

Ficha do jogo

Atlético-MG: Everson; Guga, Réver, Junior Alonso e Guilherme Arana; Jair e Alan Franco (Zaracho); Keno, Nathan e Savarino; Eduardo Sasha (Marrony). Técnico: Jorge Sampaoli

Sport: Luan Polli; Patric, Rafael Thyere, Adryelson, Chico e Raul Prata (Júnior Tavares); Ricardinho (Marcos Serrato), Márcio Araújo (Ronaldo) e Mugni; Leandro Barcia e Thiago Neves (Marquinhos). Técnico: Jair Ventura

Imagem principal: Bruno Cantini/Atlético

4 comentários em “Leão segura melhor ataque do Brasileirão: análise Atlético 0x0 Sport

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: