Sport na Série A: como joga o Ceará

Por: Felipe Holanda

Um velho conhecido no caminho do Sport. O Leão tem reencontro marcado com o técnico Guto Ferreira, no embate ante o Ceará, neste domingo (8), em Fortaleza, pela 20ª rodada da Série A do Brasileiro. Guto iniciou a temporada na Ilha do Retiro, mas foi desligado do cargo após empilhar resultados frustrantes.

Separamos para a torcida rubro-negra tudo sobre o próximo adversário: provável formação tática, números, pontos fortes e fracos e muito mais; atualmente, o Vozão é 12º na tabela, com um ponto a menos que o time da Praça da Bandeira (23), mas em 18 jogos disputados.

Na prancheta de Guto Ferreira, o Alvinegro de Porangabussu deve se postar no 4-2-3-1, tentando povoar bem o meio e utilizar a velocidade dos pontas e laterais pelos lados. No entanto, o treinador não poderá contar com Vina, artilheiro da equipe no Brasileirão, que está fora (veja lista completa abaixo).

Mesmo sem seu principal jogador no Brasileiro, a equipe deve ter base tática mantida (Feito no TacticalPad)

COMO ATACA

O Ceará é um time que, como o próprio Guto gosta de frisar, não tem a posse só “por ter”. Assim, é agressivo e tem uma transição ofensiva rápida, sempre em prol de machucar o oponente, quebrando linhas em direção ao gol; os alvinegros costumam precisar de poucos passes para chegar na zona de arremate.

Vozão em lance de perigo (Imagem: GE)

Quando a tem no campo de ataque, o Vovô utiliza muita amplitude nas beiradas com os pontas ou laterais, tendo os meio-campistas por dentro, e o centroavante puxando a marcação no funil. O modelo favorece as infiltrações dos meias.

Vinícius recebe para marcar contra o Goiás (Imagem: GE)

Em outras situações, aposta na referência no ataque para abrir o campo por outros meios, puxando para os lados, surpreendendo a defesa rival, que inevitavelmente se confunde na marcação.

COMO DEFENDE

O alvinegro tende se fechar bem na defesa. Não se acanha, inclusive abusa, de utilizar uma de cinco inicial, principalmente para “passar a chave” no ataque adversário: preenche o miolo e tenta frear as investidas ofensivas pelos lados.

Alvinegros fechados na defesa (Imagem: GE)

Sob o comando de Guto, em momentos de sufoco, o Vozão costuma marcar por zona, com praticamente todos os jogadores de linha recompondo e cobrindo brechas.

Marcação zonal cearense (Imagem: GE)

O adversário do Leão, entretanto, tem a transição defensiva lenta caso seja contra-atacado, algo que pode ser aproveitado pelos rubro-negros com a velocidade dos laterais e pontas.

Alvinegro pego de surpresa (Imagem: GE)

PRA FICAR DE OLHO

Fernando Prass (GOL) – O experiente goleiro de 42 anos é um dos pilares do Ceará de Guto Ferreira. Tem espírito de liderança e não compromete – pelo contrário – debaixo das traves. O Sport, portanto, precisa caprichar nas finalizações se quiser ir às redes.

Charles (VOL) – Velho conhecido do torcedor leonino, já que passou pela Ilha do Retiro em 2019, Charles é um volante que recompõe muito bem e chega constantemente para “pisar” na área adversária. Não por acaso, é o segundo do time com mais chances criadas neste Brasileirão, sendo quatro no total.

Fernando Sobral (MEIA) – Sobral é o coração do meio campo cearense. Tem boa capacidade para rodar a bola à procura de espaços e também se destaca nas finalizações. É um dos principais garçons da equipe, com três passes para gol nesta Série A.

Quem não joga: Fabinho, Luiz Otávio e Leandro Carvalho (suspensos); Vina e Eduardo Brock (Covid-19); William Oliveira (lesão).

Créditos da foto principal: Felipe Santos/Cearasc.com

,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: