Novo técnico, velhos erros: análise CRB 2×1 Náutico

Por: Mateus Schuler

A estreia de Hélio dos Anjos no comando do Náutico era esperada que fosse dos céus, contudo o time voltou a repetir os mesmos erros de outrora e viu o inferno da Série C ficar cada vez mais perto. Neste sábado (21), foi derrotado pelo CRB por 2×1 no Rei Pelé, em Maceió, em confronto válido pela 22ª rodada da Série B.

O Timbu teve nova oportunidade de encostar na saída do Z-4 da Segundona, mas acabou sucumbindo mais uma vez, estacionando na 17ª colocação com 20 pontos. O próximo adversário é o Vitória na quarta-feira (25), às 19h, nos Aflitos, pela 23ª rodada do nacional.

Timbu foi a campo escalado no 4-2-3-1 diante dos regatianos (Feito no TacticalPad)

COMO FOI

Diferente dos últimos jogos, o Timbu se postou defensivamente no 4-4-1-1, com Jean Carlos ficando entre a faixa central – ocupada por Rhaldney e Bustamante na cabeça de área, Erick e Dadá pelos lados – e Kieza. Além disso, o time fez uma marcação mais alta, deixando o adversário sem sair com qualidade ainda na defesa.

Ofensivamente, porém, os pernambucanos ficaram no 4-2-3-1 já notável de outras oportunidades. Enquanto Rhaldney e Bustamante alternavam de lado no meio, Erick, Jean Carlos e Dadá ficaram alinhados atuando atrás de Kieza. Um dos raros lances do Timba no ataque foi com boa participação de todo o setor, quando o camisa 10 finalizou firme de fora da área e Victor Souza não encaixou; no rebote, o camisa 33 recebeu do goleador e mandou para fora.

Ronaldo Alves quebrou linha defensiva e permitiu infiltração de Pablo Dyego (Imagem: Premiere)

O que não mudou no Náutico, não apenas taticamente, foram os erros da zaga. Luidy fez boa jogada pela esquerda e inverteu para Reginaldo Lopes, que encostou de cabeça no meio da pequena área. Ronaldo Alves não se posicionou junto a seus companheiros e viu, de longe, Pablo Dyego entrar livre para abrir o placar no último lance do primeiro tempo.

Na etapa final, tanto Timbu, como Galo da Pajuçara voltaram sem mudar os 11 iniciais. Ao contrário dos 45 minutos iniciais, os alagoanos começaram com mais vontade ao atacar e, após pressionarem, ampliaram a vantagem. Luidy recebeu com liberdade pela esquerda, limpou a marcação e mandou belo chute no ângulo.

Boa movimentação do ataque resultou no gol do Timbu (Imagem: Premiere)

Ciente da necessidade de corrigir os erros cometidos pela equipe, Hélio dos Anjos promoveu quatro mudanças, sendo três do meio para frente. Saíram Bryan, Rhaldney, Bustamante e Dadá para entradas de Hereda, Jhonnatan, Ruy e Álvaro, respectivamente. As modificações fizeram o time alternar entre o 4-2-3-1 e o 4-1-4-1, tendo assim mais infiltrações, mas sem criatividade ao chegar ao ataque.

Na única boa investida do Timba, o gol de honra saiu, ainda que insuficiente para evitar o resultado negativo. Hereda subiu bem e o trio de ataque fez boa movimentação, com Kieza saindo e Álvaro surgindo na pequena área como um elemento surpresa, emendando de letra e fazendo um golaço. Na reta final, até o escrete da Rosa e Silva até buscou fazer uma pressão, entretanto sem sucesso.

Ficha do jogo

CRB: Victor Souza; Reginaldo Lopes, Gum, Xandão e Igor; Claudinei e Wesley; Diego Torres; Robinho (Moacir), Pablo Dyego (Iago Dias) e Luidy. Técnico: Ramon Menezes

Náutico: Jefferson; Bryan (Hereda), Camutanga, Ronaldo Alves e Wilian Simões; Rhaldney (Jhonnatan) e Bustamante (Ruy); Erick, Jean Carlos e Dadá Belmonte (Álvaro); Kieza. Técnico: Hélio dos Anjos

Créditos da foto principal: Caio Falcão/Náutico

Um comentário em “Novo técnico, velhos erros: análise CRB 2×1 Náutico

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: