Santa Cruz na Série C: como joga taticamente o Manaus

Por: Anderson Santana e Felipe Holanda

O Santa Cruz tem mais uma oportunidade de reiterar a ótima fase na Série C do Brasileiro no confronto com o Manaus. Líder geral do certame, a Cobra Coral tem 36 pontos, 16 a mais que o adversário deste sábado (21), no Arruda, pela 16ª rodada do Grupo A.

Separamos para a torcida do Mais Querido tudo sobre o próximo adversário: provável formação tática, pontos fortes e fracos, jogadores para ficar de olho e muito mais.

Comandando pelo jovem Luizinho Lopes, 39, o Gavião do Norte deve ir a campo no 4-2-3-1, modelo que o treinador vem utilizando durante esta Série C, tendo o meio campo com mobilidade e muita movimentação no terço final do campo.

Provável disposição tática do Esmeraldino diante dos corais (Feito no Tactical Pad)

COMO ATACA

Uma das principais alternativas utilizada por Luizinho no ataque é o 4-2-1-3, com o meia se aproximando do tridente ofensivo, que explora a amplitude para confundir a marcação adversária.

Investida ofensiva do Esmeraldino (Imagem: Futebol Amazonense)

Buscando golpear o rival, o Manaus abusa das subidas dos laterais em situações ofensivas. A bola área, inclusive, é uma das maiores armas do time, com o artilheiro Hamilton na referência.

Chegada dos laterais no apoio (Imagem: Futebol Amazonense)

Em 15 jogos disputados, o Gavião Real tem justamente 15 gols marcados, com média de um a cada 90 minutos.

COMO DEFENDE

Quando o adversário tem a bola, a tendência é que o Manaus se poste no 4-3-2-1, buscando fechar os espaços tanto no “funil” como pelos lados do campo.

Postura defensiva do Gavião (Imagem: Futebol Amazonense)

Um ponto negativo para a equipe de Luizinho é a lentidão na transição defensiva, como foi visto no gol sofrido ante o Ferroviário-CE, há duas rodadas.

Vacilo defensivo dos amazonenses (Imagem: DAZN)

Em números, a defesa Esmeraldina sofreu 14 gols nas 15 partidas, com um gol de saldo, um dos piores do Grupo A, à frente apenas de Treze (-1), Jacuipense (-3) e Imperatriz (-40).

PRA FICAR DE OLHO


Hamilton ( ATA) – O maior goleador da história do clube, tricampeão amazonense e uma das principais figuras do elenco. Usando a camisa esmeraldina nesta série C, Hamilton é o artilheiro do Manaus e marcou seis gols nos seis últimos jogos.

Rossini ( ATA ) – O experiente camisa 10 do Gavião do Norte, neste ano jogou poucas partidas devido a lesões, mas volta à titularidade contra o Santa. Rossini tem uma bela historia no Manaus: foi campeão da copa Verde em 2018 e avançou de fase na Copa do Brasil de 2020 ao eliminar o Coritiba fazendo o gol da vitória.

Quem Fica fora: Jonathan e Daniel Costa (lesão); Ramon (suspenso).

Foto: Ismael Monteiro / Manaus FC

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: