Náutico na Série B: como joga taticamente o Juventude

Por: Mateus Schuler

O Náutico tem mais uma chance de tentar mudar a direção de seus lemes na Série B do Campeonato Brasileiro. Precisando respirar na competição e renovar as esperanças da torcida, duela com o Juventude, neste sábado (28) às 21h, no Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul, em partida válida pela 24ª rodada.

Separamos para a torcida alvirrubra tudo sobre o próximo adversário: provável formação tática, números, pontos fortes e fracos, jogadores para ficar de olho e muito mais sobre o Papo.

Papo deve ir a campo com manutenção do 4-1-2-3 diante do Timbu (Feito no TacticalPad)

Para o confronto diante do Timbu, o técnico Pintado não poderá contar com três jogadores. Enquanto o zagueiro Nery Bareiro e o lateral-esquerdo Hélder ficam fora por cumprirem suspensão pelo terceiro amarelo, o meia Neto será ausência no Ju por estar com uma lesão no joelho e ter sido diagnosticado com Covid-19.

COMO ATACA

Dono do ataque mais positivo da Segundona, com 36 gols, o Juventude tenta usar ainda o fator casa na competição como arma. Desses, 20 foram feitos no Alfredo Jaconi, além da equipe possuir a quarta melhor campanha dentro de seus domínios, mostrando certa superioridade frente aos adversários com muita intensidade ao atacar.

As peças ofensivas demonstram também muita movimentação, saindo do 4-1-2-3 de tática-base para um 4-1-4-1, às vezes no 4-3-3, o que enaltece a velocidade dos jogadores da beirada. Os meio-campistas, por sua vez, ficam mais recuados e ajudam na transição, cadenciando as jogadas criadas ou de fato criando-as aos pontas.

Gaúchos são bastante intensos ao atacar, usando os pontas e os meias (Imagem: SporTV/Premiere)

Com isso, o volante acaba fixando mais na cabeça de área e até próximo à dupla de zaga, dando mais liberdade aos laterais. Por conta da ofensividade, em alguns momentos há espaços pelos lados, expondo consequentemente o meio em uma recomposição mais desordenada; João Paulo é o homem da marcação, já Gustavo Bochecha e Renato Cajá avançam mais.

COMO DEFENDE

Defensivamente, o treinador do Jaconero opta por colocar linhas compactas e, assim, facilitar para uma transição ofensiva veloz. Para isso, tenta se fechar ao máximo para impedir progressões e infiltrações dos adversários, fazendo sua equipe se postar com duas linhas de 4 muito próximas e os atacantes se isolando mais à frente.

Mesmo com larga vantagem no placar, alviverdes mantiveram duas linhas de 4 bem compactas na defesa (Imagem: Premiere)

Com isso, Capixaba e Rafael Silva, que jogam pelas pontas do ataque, caem na faixa central junto ao volante e um dos armadores, enquanto o outro fica junto ao centroavante. Os extremos participam da pressão na saída de bola no perde-pressiona, fazendo a recomposição no 4-4-2.

Apesar da sétima melhor defesa da Segundona, os gaúchos sofreram pouco mais de 1/3 dos gols – nove de 24 – dentro de casa. Nos últimos cinco duelos no Alfredo Jaconi, venceu três e foi derrotado nas únicas duas oportunidades ao longo da competição como mandante, com o sistema defensivo vazado por cinco vezes.

PRA FICAR DE OLHO

Renato Cajá (MEI) – Geralmente o camisa 10, Cajá é o nome mais experiente dos jogadores de linha dentre os prováveis do Ju. Nessa Segundona, vem se mostrando a referência técnica, pois participou de 25% dos gols marcados pelo time, marcando seis e dando assistência para outros três, ficando atrás apenas de Breno Lopes, negociado com o Palmeiras.

Rafael Silva (PE) – Atacante que cai pelo lado esquerdo, Rafael não faz perfil de goleador, porém tem ajudado seus companheiros. Muito veloz, é agudo no ataque e já contribuiu com cinco passes para alguém marcar, sendo o líder da equipe alviverde neste quesito e o segundo em toda a competição; o primeiro é Élvis, do Cuiabá, com seis.

Rafael Grampola (ATA) – Centroavante usado nos últimos três jogos no lugar de Breno Lopes, Grampola já marcou um gol, mesmo tendo somente duas semanas de casa nova. O jogador é a esperança de balançar as redes do Jaconero, já que veio de uma passagem apagada nos Emirados Árabes Unidos.

Créditos da foto principal: Arthur Dallegrave/E.C. Juventude

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: