Pega, mata e come: análise Salgueiro 4×0 Vitória da Conquista

Por: Guilherme Batista

A derrota na ida, que ficou menor graças ao esforço, foi superada na volta sem muito esforço pelo Salgueiro. Na noite deste domingo (13), o Carcará não tomou conhecimento do Vitória da Conquista e honrou bem a origem ao pegar, matar e comer o adversário, goleando por 4×0 e indo às oitavas de final da Série D; partida foi realizada no Cornélio de Barros.

Os próximos compromissos do Tricolor do Sertão serão diante do Altos, que eliminou o Rio Branco-AC, em datas ainda indefinidas. O que está definido, no entanto, é que o primeiro confronto será disputado no Salgueirão e já no próximo fim de semana, enquanto que o segundo está marcado para ser em Teresina, no Albertão, daqui a duas semanas.

COMO FOI

Após perder por 4 a 3 fora de casa, os salgueirenses entraram em campo só visando a vitória e a postura do time de Daniel Neri não poderia ter sido outra que não ofensiva. Desde o primeiro minuto de jogo, o Carcará que tomou as rédeas da partida, enquanto o adversário conseguiu anular as boas trocas de passe do meio pernambucano.

A primeira boa chegada do Salgueiro aconteceu antes dos cinco minutos de bola rolando: Renato recebeu cruzamento de Cesinha e finalizou pra fora. Em um vacilo da defesa baiana, Daniel foi derrubado dentro da pequena área e, na cobrança, Renato bateu forte e no meio, sem chances para Netto fazer a defesa.

Defendendo no 4-1-4-1, Carcará iniciou muitas jogadas com base no jogo apoiado (Imagem: MyCujoo)

Na volta dos vestiários, Daniel Neri sacou Moreilândia e colocou Ciel. Uma mudança ousada, mas que surtiu efeito. Isso porque o Vitória da Conquista subiu suas linhas, deixando espaços para os salgueirenses infiltrarem, porém o segundo gol veio em um escanteio curto. Bruno Sena aproveitou a brecha da marcação e soltou um petardo, que o goleiro do Bode espalmou; o rebote sobrou para Ranieri, que ampliou: Salgueiro 2×0.

Daí em diante o Bode se perdeu em campo. O treinador Elias Borges encheu o time de atacantes e virou um prato cheio para que o Carcará aproveitasse e matasse a partida. Com a ampla vantagem, coube ao Salgueiro se postar bem defensivamente e aguardar apenas o apito final para celebrar a vaga na próxima fase.

Salgueirenses não abdicaram de atacar e saíram com larga vitória (Imagem: MyCujoo)

Créditos da foto principal: Reprodução/MyCujoo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: