Sport na Série A: como joga taticamente o Coritiba

Por: Felipe Holanda

Quase uma de final de campeonato para o Sport. À beira da zona de rebaixamento, o Leão faz confronto direto contra o Coritiba neste domingo (13), na Ilha do Retiro, pela 25ª rodada da Série A do Brasileiro, precisando voltar a vencer para respirar na tabela.

Separamos para a torcida rubro-negra tudo sobre o próximo adversário: provável formação tática, pontos fortes e fracos, jogadores para ficar de olho e muito mais.

Comando por Rodrigo Augusto, que ainda busca sua primeira vitória, o Coxa costuma se postar no 4-3-3, tendo muita velocidade no trio de frente e apoio constante do meia central na progressão de posse, mas deixando espaços nas transições defensivas.

Provável formação paranaense na Ilha (Feito no Tactical Pad)

COMO ATACA

O Coritiba já virou figurinha carimbada na zona de rebaixamento do Brasileirão, onde passou 21 rodadas. Apesar de frágil na defesa, tem um ataque positivo, que geralmente decide as jogadas rapidamente, contando com apoio e amplitude dos laterais, além da movimentação dos homens da última linha.

Investida do Coxa com infiltrações (Imagem: GE)

Buscando agredir o oponente, a equipe abusa do 4-3-3, geralmente alargando o terço final do campo na tentativa de encontrar brechas na defesa rival; em contrapartida, vem sem um dos titulares no meio de campo, Matheus Galdezani, que está suspenso.

COMO DEFENDE

O principal calo do Coxa é na defesa, que já foi vazada 32 vezes em 24 jogos. Sem a bola, a principal aposta é utilizar a tradicional linha de quatro na recomposição, normalmente posto no 4-3-2-1.

Postura defensiva dos paranaenses (Imagem: GE)

Outra tendência é usufruir de uma marcação por zona, tentando frear o ímpeto adversário por encaixes. A estrategia, entretanto, nem sempre dá resultado, o que pode ser aproveitado pelo Sport.

FIQUE DE OLHO

WIlson (GOL) – Líder dentro de campo, Wilson é um dos goleiros mais eficientes deste Brasileirão, com 27 defesas difíceis acumuladas, média de 1,17. Tem o posicionamento como ponto forte e também é decisivo em cobranças de pênalti.

Sabino (ZAG) – Quarto zagueiro, é titular absoluto, tendo boa recomposição e saída de bola em seu pé esquerdo. Além disso, é um dos artilheiros, com quatro tentos assinalados, um deles na estreia de Jair Ventura pelo Leão.

Robson (ATA) – Podendo atuar como extremo esquerdo ou segundo atacante, Robson é o principal destaque do Coritiba no Brasileiro, mas não vive boa fase. Acumula, porém sete participações em gols, com seis bolas nas redes.

Quem não joga: William Matheus, Matheus Sales e Matheus Galdezani (suspensos); Cerutti (lesionado)

Foto: Divulgação/Coritiba

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: