Empate com sabor de derrota: análise Sport 1×1 Grêmio

Por: Mateus Schuler

O Sport amargou um duro empate e ainda vê o Z-4 da Série A do Campeonato Brasileiro pelo “retrovisor”. Até teve boa atuação, saindo à frente do placar logo cedo e passando boa parte do confronto com um homem a mais, mas ficou no 1×1 contra o Grêmio neste sábado (19), na Ilha do Retiro, pela 26ª rodada, num jogo munido de polêmicas da arbitragem e repleto de gols perdidos.

Com o resultado, os rubro-negros mantém margem suficiente para não ir ao Z-4, abrindo quatro pontos para o Vasco, primeiro time dentro da degola. Os leoninos voltam a campo no próximo sábado (26), antes do recesso de final de ano, diante do Goiás no estádio da Serrinha, em Goiânia, às 19h pela 27ª rodada.

Jair Ventura repete escalação por dois jogos seguidos pela terceira vez na Série A (Feito no TacticalPad)

Apoie nosso site e não perca nada sobre os times do futebol pernambucano

COMO FOI

Com os titulares repetidos do último duelo, a vitória sobre o Coritiba, o Sport manteve também a postura dentro de campo. A única diferença, ao menos nos minutos iniciais, foi ao ficar mais recuado e jogar no erro do Grêmio para tentar sair em vantagem. Após escanteio mal-sucedido do Imortal, mortal foi o contra-ataque do Sport, que Mugni criou, tabelou com Patric e mandou na pequena área para Dalberto; de primeira, o atacante chutou e marcou seu primeiro gol com a camisa do Leão.

Se na única tentativa conseguiu sucesso, Jair Ventura optou por não mudar o estilo de jogo. Assim, os gremistas passaram a ficar mais no campo rubro-negro, porém não concluíram com sucesso as jogadas criadas. Com menor posse de bola, os pernambucanos ainda tentaram algumas transições com menos intensidade, mas pecaram no último terço e não aproveitaram.

Contra-ataque letal culminou no gol do Leão na etapa inicial (Imagem: SporTV/Premiere)

Na etapa final, a tônica seguiu a mesma da inicial e os leoninos criaram mais lances no setor ofensivo. Apesar da troca de passes ser veloz, o Leão pecou na conclusão, falhando na pontaria e perdendo chances boas de ampliar a vantagem no placar. Em uma delas, Thiago Neves tabelou com Mugni e saiu de frente para o gol dentro da pequena área, mas bateu para fora.

Mesmo ditando o ritmo no ataque, os leoninos foram castigados na defesa em um lance bobo. Marcão levantou o pé mais que o normal e cometeu um pênalti, que Pepê bateu seguro no meio da barra e deixou tudo igual. Já nos últimos minutos, quando o empate parecia ficar amargo por todo o contexto, os pernambucanos ficaram na bronca. Cortez cortou mal uma bola cruzada na área, a bola pegou nas duas mãos e os jogadores rubro-negros ficaram na reclamação, contudo nada foi assinalado pela arbitragem, nem sequer com revisão no VAR.

Leão tentou se fechar no 4-4-2, mas acabou cedendo espaços bobos mesmo com um a mais (Imagem: SporTV/Premiere)

Créditos da foto principal: Anderson Stevens/Sport

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: