Carcará reage, mas fica no empate: análise Salgueiro 1×1 Altos-PI

Por: Guilherme Batista

O Salgueiro não estreou bem nas oitavas de final da Série D do Brasileiro. O Carcará, inclusive, começou perdendo, mas foi buscar o empate em 1 x 1 contra o Altos neste domingo (20), no Cornélio de Barros, no confronto de ida. Agora, precisa da vitória no próximo final de semana para seguir vivo na luta pelo acesso.

Taticamente, a principal aposta do time treinado por Daniel Neri foi o tradicional 4-2-3-1, se compactando bem na defesa. No ataque, muitas vezes vezes os salgueirenses se postaram no 4-3-3, com muita movimentações dos homens de frente.

Formação inicial dos donos da casa (Feito no Tactical Pad)

COMO FOI

A primeira partida entre Salgueiro e Altos ficou marcada pela forte marcação e a dificuldade dos ataques em criarem oportunidades claras de gol. A solução arrumada pelas duas equipes foi a finalização de média-longa distância.

Na primeira etapa da partida a equipe piauiense abriu o marcador após Betinho desviar um chute de Ray, que arrematou com muita liberdade.Com a desvantagem no placar e com dificuldades em impor seu estilo de jogo, o Carcará pouco levava perigo à meta rival. Destaque no jogo anterior, Cesinha pouco apareceu.

Lance do gol piauiense (Imagem: MyCujoo)

A equipe piauiense marcava muito, sempre cercando quem tinha a posse de bola ou povoando muito bem a entrada de sua área. Foi então que Daniel fez o que ninguém do Salgueiro tinha feito: arriscou de longe. E acertou um belo chute, sem chances para Marcelo.

Se a primeira etapa foi muito truncada, a etapa complementar começou a mil por hora. Os visitantes começaram impondo um forte ritmo, subindo suas linhas e pressionando o Carcará. As finalizações de fora da área continuaram sendo a melhor arma da equipe piauiense, que levava muito perigo a meta de Lucas, exigido bastante nos minutos iniciais da segunda etapa.

Visitantes apertam a saída salgueirense (Imagem: MyCujoo)

Percebendo a dificuldade da equipe, Daniel Neri até tentou mexer, colocando Thomas Anderson e Ciel nos lugares de Cesinha e Alison Araiçoiaba, apagados na partida, porém as mexidas pouco surtiram efeito. O Carcará continuava encontrando dificuldades em ter a posse de bola, perdendo a bola facilmente e sendo pressionado pelo Altos.

Só após os 30 minutos que o ímpeto dos visitantes caiu e o Salgueiro conseguiu acalmar um pouco mais a partida, que pouco teve em emoção nos minutos finais. Cautelosos, os dois times aceitaram o empate e deixaram a decisão para o jogo de volta.

Créditos da foto principal: Reprodução/Salgueiro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: