Vacinados contra a Série C: análise Náutico 4 x 1 Oeste

Por: Felipe Holanda

A vacina contra a Série C parece ter chegado ao Náutico. Em jogo de caráter decisivo diante do Oeste, o Timbu fez o dever de casa e venceu por 4 x 1 nesta quarta-feira (20), nos Aflitos, pela 35ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Agora, precisa de apenas mais uma dose para disseminar de vez o “vírus” do rebaixamento.

Chegando a décima vitória no certame, os pernambucanos encaminham a permanência, seguindo na 15ª posição e agora com 42 pontos, igualados ao Vitória, mas à frente por vencer uma vez mais. A dois jogos do fim, a distância para o Figueirense, que abre o Z-4, é de três pontos.

Sem poder contar com um jogador de origem, Hélio dos Anjos optou por ir com Bryan na lateral-esquerda, assim como promoveu Jhonnatan na cabeça de área. Além disso, contou com os retornos de Hereda, Rhaldney e Vinícius, recuperados da Covid-19, mas manteve o tradicional 4-2-3-1.

Apoie nosso site e não perca nada dos times do futebol pernambucano

Formação inicial dos pernambucanos (Feito no Tactical Pad)

COMO FOI

O Náutico entrou em campo bem ligado, buscando abrir o placar desde cedo. A primeira boa chance veio dos pés de Jean Carlos, que bateu firme de canhota, mas parou na boa defesa do goleiro Caique França, desviando para escanteio.

Na sequência, contudo, não teve jeito. Erick deu belo passe para Hereda, que se livrou dos marcadores, antes de arrematar no canto direito para estufar as redes paulistas e inaugurar a contagem a favor dos alvirrubros. No lance, o Timbu de Hélio dos Anjos explorou o 4-2-3-1, tendo Kieza na referência.

Postura Timbu no primeiro tento da peleja (Imagem: Premiere)

Apesar de fazer bem o pivô, K9 voltava constantemente para buscar a bola e confundir a marcação do Oeste. A estratégia surtiu efeito e o segundo não tardou. Após vacilo na saída de bola paulista, Jean Carlos finalizou, contando com o desvio da zaga para fazer 2 x 0.

Mantendo a mesma toada, o terceiro parecia questão de tempo. E foi. Em mais uma boa investida pela direita, Hereda cruzou para Kieza, que foi mais rápido que a defesa rival para ir às redes, fazendo seu oitavo gol nesta Série B, aparecendo como o artilheiro isolado da equipe no certame.

Nas poucas subidas do Rubrão, a aposta era o 4-1-4-1, com Rhaldney à frente da primeira linha, além de Erick e Vinícius auxiliando na recomposição, dificultando ainda mais a vida dos comandados de Roberto Cavalo, que não se encontravam em campo.

Anfitriões recompondo bem na defesa (Imagem: Premiere)

Com o resultado muito bem encaminhado, a missão era melhorar o saldo de gols na tabela, algo que pode ser valioso para os alvirrubros num futuro próximo. Até que Erick fez o quarto, em boa jogada, coroando sua bela atuação no jogo.

Do outro lado, Pedrinho, grande destaque do adversário, aproveitou o vacilo da marcação pernambucana e diminuiu, fazendo o tento de honra dos visitantes após finalização na entrada da grande área.

“Mordido”, o time da Rosa e Silva passou a pressionar a saída de bola, principalmente após as entradas de Ruy e Dadá Belmonte; saíram Jean e Vinícius. Mesmo com as substituições, a trinca de meia se manteve ativa; Matheus Trindade também saiu do banco, ocupando o posto de Jonnathan.

Erick, na direita, Ruy centralizado, e Dadá, pela esquerda, apertam a construção de bola do Oeste (Imagem: Premiere)

Apesar de algumas boas chances para os donos da casa, o placar não foi mais alterado. Obrigação cumprida para Hélio dos Anjos e braço mais erguido do que nunca pela luta para se manter na Série B.

FICHA DO JOGO

Náutico 4 Anderson; Hereda, Rafael Ribeiro, Camutanga (Ronaldo Alves) e Bryan; Rhaldney, Jhonnatan (Matheus Trindade) e Jean Carlos (Ruy); Vinícius (Dadá Belmonte), Erick (Jorge Henrique) e Kieza. Técnico: Hélio dos Anjos. 


Oeste 1 Caíque França; Raí Ramos, Maurício, Caetano e Rael (De Paula); Betinho, Caio Vinícius (Matheus Índio) e Diogo (Kalil); Léo Ceará (Bruno Miguel), Pedrinho e Bruno Lopes (Ramon). Técnico: Roberto Cavalo. 

Local: Estádio dos Aflitos

Árbitro: Alexandre Vargas de Jesus (RJ)Assistentes: Lilian da Silva Fernandes e Thiago Rosa de Oliveira (ambos do RJ)

Gols: Hereda aos 4/1ºT, Jean Carlos aos 20/1ºT, Kieza aos 30/1ºT e Erick aos 7/2ºT (Náutico); Pedrinho aos 17/2ºT (Oeste)Cartões amarelos: Diogo, Caio Vinícius, De Paula (Oeste)

Créditos da foto principal: Thyago Marques/Náutico

Um comentário em “Vacinados contra a Série C: análise Náutico 4 x 1 Oeste

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: