Sport na Série A: como joga taticamente o Corinthians

Por: Felipe Holanda

*Com informações de @rafaelbrayan_

Mais um adversário que vem mordido na rota do Sport. Após goleada massacrante frente ao maior rival, o Corinthians mira recuperação imediata, enquanto o Leão quer aproveitar chance para abrir margem do Z-4; embate acontece nesta quinta-feira (21), às 21h, na Neo Química Arena, pela 31ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro.

Destrinchamos para a torcida rubro-negra tudo sobre o próximo adversário: prováveis formações táticas, números no campeonato, informações exclusivas de um setorista, jogadores para ficar de olho e muito mais sobre o Coringão.

Timonado por Vágner Mancini, velho conhecido por passagens pela Ilha do Retiro como jogador e treinador, o alvinegro vai com mudanças para o confronto. No time, Mancini tem dois desfalques certos: o volante Gabriel, expulso no Dérbi, e o zagueiro Gil, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Nas lacunas, entram Xavier e Bruno Méndez, respectivamente; Otero, em isolamento por Covid-19, também não joga.

Provável formação inicial corintiana (Feito no Tactical Pad)

Apoie nosso site e não perca nada sobre os times do futebol pernambucano

COMO ATACA

Quando aposta suas fichas no terço final do campo, o Corinthians de Mancini tende a ser perigoso. Munido de movimentações e apoio constante dos laterais, as opções são vastas. Uma delas é ter Cazares recuando para buscar a bola, formando um 4-2-1-3 com as infiltrações dos extremos.

Posicionamento ofensivo dos paulista contra o Porco (Imagem: Premiere)

“O Coringão usa muito o lado esquerdo para construir contra times mais fechados. Fábio Santos, Gil, Cantillo e Mateus Vital se aglomeram com passes curtos, chamam os marcadores e o colombiano acaba invertendo a jogada para Fagner mais aberto na direita ou Gustavo Silva, infiltrando no meio da defesa rival.”

Rafael Brayan, editor no Corinthians Scouts

Cazares também é uma peça importante para o encaixe nos dois momentos de ataque, sempre com poucos toques, mas fazendo o jogo ir para frente. Apesar de estar abaixo técnica e fisicamente, Jô ainda se posiciona bem e pode ser decisivo caso esteja mal marcado.

Lance do primeiro gol assinalado diante do Fluminense, quando Jô foi às redes (Imagem: GE)

COMO DEFENDE

Quando pressionado pelo oponente, o Corinthians marca por encaixes com muita compactação, sabendo se adaptar ao rival e fechar espaços que podem gerar perigo à meta de Cássio. Diante do alviverde, entretanto, o alvinegro foi varrido em campo, abusando de falhas nas primeiras linhas.

“Mancini gosta de ver o Corinthians encaixando os jogadores mais avançados em pressão no defensor rival. A equipe sobe a linha de marcação, joga na maior do tempo com bloco alto e compactado em menos de 60 metros. Jemerson e Mendez fazem boas interceptações quando precisam se antecipar ao adversário e cortar um potencial contra-ataque.”

Rafael Brayan, editor no Corinthians Scouts

Se essa bola passa da pressão dos jogadores mais ofensivos, o adversário encontrará um bom sistema com quatro defensores atrás. Xavier e Cantillo protegem a entrada da área fazendo perseguições curtas em quem aparece nas entrelinhas, enquanto Gil e Jemerson têm excelente leitura para desarmes. Mateus Vital auxilia Fábio Santos, assim como Gustavo, que retorna para jogar ao lado de Fagner, montando duas linhas fortes de quatro marcadores.

Coringão posicionado no 4-4-2 (Imagem: Premiere)

PARA FICAR DE OLHO

Fagner (LD) – Um dos líderes do time, o lateral é primordial para o funcionamento da equipe, sempre apoiando bem e guarnecendo quando necessário. Fagner tem dois tentos marcados e dois passes para gol nesta Série A.

Cazares (MC) – Mesmo sem estar 100%, é com sobras o jogador mais técnico do time. Arma bem as jogadas com poucos toques na bola e tem um incrível aproveitamento nos arremates de longa distância. Olho no equatoriano!

Jô (ATA) – Experiente, Jô consegue se movimentar bem na grande área, sempre infernizando a vida dos marcadores. Neste Brasileirão, o camisa 77 acumula cinco bolas nas redes adversárias, além de uma assistência. Merece muita atenção da dupla de zaga rubro-negra.

*Rafael Brayan é paulista, estudante de jornalismo e Editor do blog do @sccpscouts

Créditos da foto principal: Rodrigo Coca/Corinthians

Um comentário em “Sport na Série A: como joga taticamente o Corinthians

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: