Contra as cordas: análise Sport 0 x 3 Flamengo

Por: Felipe Holanda

Veio à tona, foi a lona, foi K.O. O Sport teve atuação irreconhecível e perdeu por 3 x 0 para o Flamengo nesta segunda-feira (1º) na Ilha do Retiro, pela 33ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Passando boa parte do embate contra as cordas, Leão foi nocauteado e segue à beira da zona de degola, empatado em com o Fortaleza, que abre o Z-4; Rubro-negro leva vantagem no número de vitórias.

Na tentativa de parear com os urubus no meio de campo e ter uma válvula de escape pelos lados, Jair Ventura optou pela entrada de Ewerthon, que se destacou na vitória diante do Bahia, entre os titulares. Com o prata de casa de frente, a tática base foi o 4-2-3-1 variável para o 4-4-2.

Formação inicial dos rubro-negros pernambucanos (Feito no Tactical Pad)

COMO FOI

Diferente do que fez nos últimos jogos, o Sport iniciou marcando alto, pressionando a saída de bola carioca. Mas o empenho leonino pouco durou e logo cedo o Flamengo abriu o placar. Lançamento para Arrasceta, nas costas de Patric, e cruzamento do uruguaio para Gabigol completar para o fundo das redes: 1 x 0.

Apoie o projeto e não perca nada sobre o seu time de coração

O pior quase veio, quando Bruno Henrique driblou Luan Polli e rolou para Gabigol, que acabou finalizando acima da meta. Vendo o ímpeto do rival, o time de Jair apostava numa segunda linha de quatro, à procura de intimidar a troca de passes do Fla do meio para frente, tendo Thiago Neves e Dalberto no primeiro combate.

Não surtiu efeito. O Urubu continuou em voo rasante e chegou ao segundo, amassando o adversário com 18 minutos no relógio. Em outra falha de Patric, bate rebate na grande área pernambucana até que Bruno Henrique finalizou e guardou mais um.

Insatisfeitos, os visitantes permaneceram no ataque, enquanto a equipe da Ilha pouco produzia do meio para frente. Querendo se fechar ainda mais, os anfitriões utilizaram uma linha de cinco inicial, com todos os atletas no campo de defesa. As chances flamenguistas foram se empilhando, à medida que o 2 x 0 era pouco.

Tentativa de se fechar na defesa dos comandados de Ventura (Imagem: Sportv/Premiere)

A primeira boa chance do Leão veio quando Junior Tavares cruzou na área e Thiago até subiu bem, mas errou o alvo na cabeçada. A reação, contudo, não passou de um esboço. Faltava se soltar de uma vez.

Com a entrada de Bruninho, os mandantes conseguiram incomodar. Marquinhos, em sua primeira aparição no jogo, fez linda jogada pela esquerda e bateu cruzado, mas Filipe Luís cortou praticamente em cima da linha.

Não foi suficiente e os oponentes continuaram levando perigo. Pouco produtivo e perdendo numericamente, o Sport amargou mais uma derrota, que podia tranquilamente ser mais dilatada não fosse as oportunidades perdidas dos urubus. Para piorar, Pedro ainda fez o terceiro e selou o placar.

Lance que mostra a superioridade de peças do Mengo (Imagem: Sportv/Premiere)

Créditos da foto principal: Anderson Stevens/Sport

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: