Fechados contra o rebaixamento: análise Sport 0 x 0 Bragantino

Por: Felipe Holanda e Mateus Schuler

Defensivo, mas eficiente. O Sport voltou a se fechar na defesa e conseguiu resultado importante na luta contra o rebaixamento, ficando no empate sem gols com o Bragantino e abrindo cinco pontos do Vasco, primeiro integrante do Z-4; jogo pouco movimentado aconteceu nesta segunda-feira (15), na Ilha do Retiro, pela 36ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro.

Apesar de não ter vencido, o Leão segue dependendo apenas de si para garantir permanência na elite em 2021. O próximo adversário será o Atlético-MG, novamente na Ilha do Retiro, às 16h do domingo (21).

Com Jair Ventura suspenso, a grande novidade na escalação inicial foi a entrada de Hernane Brocador entre os titulares, com Dalberto, em sua posição de origem, atuando mais aberto. Já na vaga deixada pelo suspenso Patrick, Ewerthon foi acionado na lateral direita e mantido entre os 11 iniciais.

Formação inicial dos leoninos, no 5-4-1, repetindo a estratégia de três zagueiros (Feito no Tactical Pad)

Apoie nosso site e receba conteúdos exclusivos do seu time de coração

COMO FOI

Apesar de embalado pelos resultados positivos, os rubro-negros fizeram um primeiro tempo muito abaixo. Mesmo bem postados defensivamente, não conseguiram mostrar criatividade ao atacar, criando a única boa chance em um contra-ataque; Betinho, porém, falhou na pontaria e isolou chute da entrada da área.

Já que ofensivamente não engrenaram, os leoninos optaram por focar na defesa. Postado no 5-4-1 que deu certo na vitória contra o Internacional, fora de casa, o time segurou os ímpetos ofensivos do Bragantino, evitando a abertura do placar.

Ferrolho defensivo dos anfitriões na etapa inicial (Imagem: Sportv/Premiere)

A segunda metade da partida foi tão morna quanto, ou ainda pior. Mesmo melhor em campo, o Massa Bruta manteve os erros ao atacar, contudo agora apoiados em falhas na saída de bola por parte do Leão. Para tentar dar mais mobilidade, foram acionados Luciano Juba e Márcio Araújo nas vagas de Hernane e Betinho, respectivamente.

O lateral-esquerdo passou a atuar na segunda linha em dobradinha com Júnior Tavares, mantendo assim Dalberto na referência. Nem com as substituições os pernambucanos se encorajaram a atacar, tanto que não foi registrada nenhuma finalização na direção da meta de Cleiton. Do meio para o fim, Ricardinho e Mikael ainda entraram nos lugares de Thiago Neves e Dalberto, entretanto o zero não saiu do marcador.

Marcão à frente da linha inicial (Imagem: Sportv/Premiere)

Créditos da foto principal: Anderson Stevens/Sport

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: