Estreia com o pé direito: análise Vera Cruz 1×3 Sport

Por: Mateus Schuler

O Sport estreou com o pé direito na caminhada rumo ao 43º título do Campeonato Pernambucano. Mesmo sem ter o time principal, que disputa a Série A do Campeonato Brasileiro, o Leão foi superior durante toda a etapa final e levou a melhor por 3×1 nesta quarta-feira (24), na Arena de Pernambuco, assumindo a liderança provisória da competição estadual.

O resultado veio de virada, algo que não conseguia desde novembro de 2019, quando conquistou o acesso à elite ao bater a Ponte Preta, na Ilha do Retiro. O próximo adversário do Estadual será o Salgueiro, na quarta-feira (3), às 20h dentro de seus domínios, mas antes tem outros dois compromissos: nesta quinta-feira (25), às 21h30, visita o Athletico fechando o Brasileirão; no domingo (28), às 20h, estreia na Copa do Nordeste contra o Sampaio Corrêa no Adelmar da Costa Carvalho.

Apoie nosso site e receba conteúdos exclusivos do seu time de coração

Usando boa parte do Sub-20, reforçados de Carlos Eduardo, Marcos Serrato e Vinícius Popó, os rubro-negros entraram em campo com uma escalação um tanto diferente do habitual. No comando, Ricardo Severo, que é o técnico dos juniores, já que Jair Ventura está com o elenco principal.

Rubro-negro foi a campo no 4-3-1-2 na abertura do Estadual (Feito no TacticalPad)

COMO FOI

O fato de ser o primeiro confronto da temporada mostrou as duas equipes sem muita criatividade, mas se estudando bastante. O Leão até teve noção tática, fazendo as alternâncias para tentar ser efetivo e sair em vantagem na etapa inicial. Com o meio-campo preso, os rubro-negros não levaram tanto perigo, enquanto o Vera Cruz saía mais intenso.

A pressão por parte do Galo das Tabocas permaneceu e as fragilidades dos leoninos foram expostas. Cedendo espaços entrelinhas, o Sport deu descuido e viu os vitorienses abrirem o placar na Arena: após cruzamento na pequena área, Pedrão se enrolou sozinho e, de carrinho, mandou dentro da própria meta.

Postado no 4-3-1-2, Leão gerou espaços entrelinhas para infiltrações do Vera (Imagem: Premiere)

Para o segundo tempo, Severo optou por não mudar nada no seu time, ainda que tenha criado pouco. A modificação, no entanto, foi na postura dentro das quatro linhas, pois começou a se soltar mais e foi para cima buscando logo o empate, sendo efetivo. Elias fez jogada pela direita e cruzou na pequena área para Ítalo, que se atrapalhou e corrigiu completando a finalização.

Não demorou e a virada veio. Antes, Pablo Pardal cobrou falta direto e quase surpreendeu Serginho, que cortou para escanteio. Na cobrança de Paulinho, contudo, o goleiro dos tricolores não conseguiu segurar e a bola morreu no fundo do gol. Com a vantagem parcial, o comandante rubro-negro acionou Mateusinho na vaga de Paulinho para dar mais intensidade ofensiva.

A alteração fez com que o Leão se mantivesse no ataque, principalmente ao ter superioridade numérica após expulsão de Matheus Serra. O ritmo seguiu melhor que nos primeiros 45 minutos e, na persistência, os leoninos deram números finais ao jogo: o estreante Vinícius Popó tentou driblar o camisa 1, mas foi derrubado na área; ele mesmo cobrou e sacramentou o triunfo ao Sport.

Com investidas do lateral-direito Elias e mais dinâmico ao atacar, leoninos chegaram à virada (Imagem: Premiere)

Créditos da foto principal: Anderson Stevens/Sport

Um comentário em “Estreia com o pé direito: análise Vera Cruz 1×3 Sport

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: