Sport no Campeonato Pernambucano: como joga taticamente o Salgueiro

Por: Mateus Schuler

O feitiço e o feiticeiro. Daniel Neri reencontra o Sport mais uma vez. Comandando o atual campeão Salgueiro, faz um duelo que pode valer a liderança provisória na noite desta quarta-feira (3), às 18h, na Ilha do Retiro pela 2ª rodada do Campeonato Pernambucano.

Apesar de ter estreado na Copa do Nordeste com derrota, diante do Bahia, o Carcará vem motivado por ter vencido o Afogados na abertura do Estadual. Separamos para a torcida rubro-negra tudo sobre o próximo adversário: prováveis formações táticas, números, pontos fortes e fracos, jogadores para ficar de olho, informações exclusivas de um setorista e muito mais do Tricolor do Sertão.

Apoie nosso site e receba conteúdos exclusivos do seu time de coração

Para a partida, o comandante dos sertanejos tem quatro desfalques certos: o goleiro Serjão, zagueiro Richard e atacante Daniel Passira, todos com Covid-19. Além deles, quem também não joga será o lateral-esquerdo Evandro, que sofreu uma fratura no tornozelo direito e na fíbula contra o Esquadrão de Aço.

Sertanejos devem ir com apenas uma mudança em relação à última escalação (Feito no TacticalPad)

COMO ATACA

Repetindo a postura que conquistou o Pernambucano em 2020 e continuou na Série D, apesar de não ter o mesmo sucesso, o Carcará de Daniel Neri vai a campo postado no 4-3-3 ao figurar no campo ofensivo. Apoiado com forte presença do lateral-direito Dadinha, o time tem Bruno Sena responsável pela transição no meio-campo, deixando Moreilândia e Aruá municiando o trio de ataque.

A depender de como o adversário se poste, há uma alternância entre 4-1-2-3 e 4-2-1-3 no Tricolor do Sertão. Assim, Aruá volta para dar suporte na cabeça de área, fazendo Moreilândia flutuar mais pelo meio, enquanto que Emanuel e Alison entram com liberdade pelos lados, visando servir Adriano Napão na referência.

“As principais jogadas de ataque saem pelo lado direito, entre Dadinha e Alison. Pelo meio, Moreilândia sai jogando e armando as jogadas, buscando os pontas. Aruá é um jogador muito obediente taticamente e pode surgir como elemento surpresa”

Lilliane Alves, repórter da Rádio Vida FM
Carcará forma trinca ao atacar para tentar povoar setor ofensivo (Imagem: Nordeste FC)

COMO DEFENDE

Ao defender, os sertanejos performam um 4-1-4-1 com blocos médios-baixos para buscar contragolpear em velocidade, usando assim os extremos junto aos meio-campistas. Dessa maneira, preza por tentar focar mais na defesa e jogar no erro do adversário, sem fazer uma marcação com pressão e usando mais as zonas do campo.

Mesmo com essa postura, há espaços gerados pela faixa central, pois pelos lados os pontas têm ajudado os laterais na recomposição. Meio-campistas e zagueiros, por outro lado, conseguem proteger mais e expõem menos para o ataque. Por vezes, porém, o time varia para 5-4-1 com Bruno Sena fazendo o papel de líbero e 4-5-1, fazendo Bruno entrar na segunda linha.

“Como o Salgueiro está com problemas na zaga e vai ter o desfalque de Evandro, Daniel Neri pode até entrar com Bruno Sena como terceiro zagueiro. Quando o time volta pra marcar, os pontas sempre ajudam na marcação, ficando só um homem no ataque”

Lilliane Alves, repórter da Rádio Vida FM
Buscando superioridade numérica no meio, salgueirenses se fecham no 4-1-4-1 (Imagem: MyCujoo)

PARA FICAR DE OLHO

Leozão (ZAG) – Artilheiro da equipe na temporada recém-iniciada, o zagueiro vem sendo uma arma importante para Daniel Neri. Entrando infiltrado entre a marcação em bolas cruzadas na área adversária, o defensor salgueirense se arrisca para tentar um cabeceio e, por vezes, a finalização; na defesa, está se saindo melhor nas jogadas aéreas.

Bruno Sena (VOL) – Principal peça do meio-campo do Carcará desde 2020, o volante é quem faz as transições, sejam ofensivas ou defensivas. Assim, inicia os lances de ataque ao servir os demais meio-campistas, além de ajudar na recomposição ocupando espaços entrelinhas para povoar melhor o meio da equipe.

Alison (PD) – Formado na base do Leão, o atacante é uma das armas desde a última temporada, assim como Bruno Sena. Fundamental na criação das jogadas, se destaca pela velocidade pelos lados do campo, infiltrando muito na marcação em espaços entrelinhas. Também tem boa finalização, seja de curta distância ou da intermediária.

Créditos da foto principal: Pedro Vitorino/Salgueiro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: