Retrô na Copa do Brasil: como joga taticamente o Brusque

Por: Andinho D’wirvelle

Quebrando fronteiras: o primeiro voo na nacional da Fênix. Assim que podemos definir a estreia do Retrô na Copa do Brasil, contra o Brusque. O time de Camaragibe faz seu primeiro jogo em uma competição nacional nesta quarta-feira (17), às 18h, na Arena de Pernambuco, em partida única pela 1ª fase.

Em campo, o Retrô deve enfrentar um adversário bem chato de duelar. Recém ascendido à Série B, o Quadricolor vem a Pernambuco em busca de pelo menos um empate para garantir sua classificação à segunda fase. Separamos para a torcida pernambucana tudo sobre o próximo adversário: prováveis formações táticas, números, jogadores para ficar de olho e muito mais.

Apoie o Pernambutático e receba conteúdos exclusivos do seu time de coração

Os catarinenses são esperados para atuarem no já habitual 4-4-2, que varia para um 4-2-3-1 com bola. Assim, possui linhas muito compactas, com dois volantes de muita marcação e dois meias abertos com boa capacidade de drible; o técnico Jerson Testoni deve ter força máxima na partida.

Base titular é esperada para ser mantida no Bruscão (Feito no TacticalPad)

COMO ATACA

O Quadricolor busca o jogo pelos lados. Tendo a bola, explora muita velocidade com Bruno Alves (ex-Náutico), um meia destro que atua pela direita procurando a linha de fundo ou as triangulações com Toty, outro jogador com passagens por Santa Cruz e Salgueiro.

Seus laterais são bem conhecidos aqui em Pernambuco, o já citado Toty na direita e Airton, ex-Náutico e Porto, na esquerda. Ambos avançam muito ao ataque e também ajudam a dar profundidade, já que o time procura cruzar muitas bolas à área adversária.

Os dois homens mais avançados, Thiago Alagoano e Bruno Mota, atuam sempre próximos, mas não em linha. Se procuram o jogo todo, fazendo boas tabelas na entrada da área. Mas a principal arma do Brusque é o contra-ataque. Se tiver espaços, costuma agredir.

Quadricolor em investida ofensiva (Imagem: Reprodução/FCF TV)

COMO DEFENDE

Com linhas baixas e próximas na defesa, a equipe se porta num 4-4-2 bem difícil de ser penetrado. Rodolfo (mais um ex-Salgueiro) e Nonato fecham bem os espaços na intermediária e ocupam o setor. Mesmo sem a bola, o Brusque já visa o contra-ataque.

Pelos lados, Bruno Alves e Marco Antônio fecham muito bem a segunda linha, ajudando muito os laterais na dobra defensiva. O bom desempenho defensivo levou o quadricolor a conquistar o acesso da Série C para a Série B em 2020. Por outro lado, deixa espaço entrelinhas.

Postura defensiva do Brusque (Imagem: Reprodução/FCF TV)

PARA FICAR DE OLHO

Bruno Alves (MD) – Um dos pilares do time. Meia direita que joga bem aberto, Bruno busca fazer cruzamentos e finalizar de fora da área, geralmente sendo um dos mais acionados do Brusque no terço final do campo.

Marco Antônio (ME) – Ponta que atua como meia pela esquerda, Marco faz o inverso do seu companheiro de meia. Busca o drible pra dentro, abrindo possibilidades para a passagem de Airton por aquele lado, quebrando linhas.

Thiago Alagoano (MC/ATA) – Artilheiro do time na temporada, é um jogador bem móvel. Pode mudar o sistema de jogo sem que o técnico precise realizar substituições. Bom driblador e finalizador, Thiago deve chamar as atenções da defesa da Fênix.

Créditos da foto principal: Jefferson Alves/Brusque FC

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: