Sport na Copa do Nordeste: como joga taticamente o Bahia

Por: Mateus Schuler

Rivalidade à prova. Na lanterna do Grupo B da Copa do Nordeste, o Sport faz clássico com caráter decisivo diante do Bahia e busca a primeira vitória para se distanciar das últimas posições de sua chave. Choque entre os rivais está marcado este sábado (20) às 16h, no Estádio de Pituaçu, em Salvador, pela quarta rodada da Lampions.

Vencer dá uma sobrevida na briga por classificação às quartas de final aos rubro-negros, tricampeões regionais. Separamos para a torcida leonina tudo sobre o próximo adversário: prováveis formações táticas, números, pontos fortes e fracos, jogadores para ficar de olho, informações exclusivas de um setorista e muito mais do Esquadrão.

Apoie nosso site e receba conteúdos exclusivos do seu time de coração

Mesmo com praticamente força máxima, Dado Cavalcanti ainda não tem os 11 iniciais pré-definidos. Sem Rossi, que cumpre suspensão, Thiago ganha um espaço no setor ofensivo. No meio-campo, Raniele é o principal destaque no time de transição, o que o faz disputar por uma vaga com Edson, deixando o Tricolor no 4-2-1-3.

Baianos devem ter manutenção tática dos últimos jogos (Feito no TacticalPad)

COMO ATACA

Apesar de Dado sinalizar mudanças para corrigir erros da equipe dita titular, a expectativa é de manutenção na postura ofensiva. Com isso, o ataque do Esquadrão deve continuar sendo formado com uma trinca, por vezes tendo muita amplitude entre os jogadores da beirada, outras aproximando mais as peças, variando entre 4-2-1-3 e 4-2-3-1.

No meio-campo, Rodriguinho deve ser o maestro, sendo responsável tanto pela criação como transição. Articulador das jogadas, aparece também na pequena área como uma arma, abrindo muitas vezes no lado do campo. Os cruzamentos gerados, porém, alternam entre os pés dos extremos e laterais, mas geralmente é com Nino Paraíba, pela direita.

“Dado gosta muito de atacar pelos lados do campo, deixando Rodriguinho caindo mais como articulador que armador. As transições são sempre com muita intensidade pelas laterais”

Lucas Cézar, repórter independente no Canal do LC
Formando trio no ataque, Esquadrão tem muita intensidade pelos lados (Imagem: Reprodução/Nordeste FC)

COMO DEFENDE

Mesmo com um sistema de marcação forte, o Tricolor de Aço tem cometido erros, seja de posicionamento ou no estilo de jogo. O meio é sempre povoado com muitas peças, fortalecendo também a defesa, porém os blocos médios-baixos geram espaços, seja com quebra de linhas por algum dos jogadores ou entrelinhas.

Assim, há uma frequente alternância entre o 5-4-1 e o 4-1-4-1, com o volante de combate caindo como um líbero entre os zagueiros e os laterais fazendo a primeira linha. Os demais meio-campistas ficam mais centralizados, já os pontas completam caindo pelos lados, reforçando a intensidade da beirada; outra possibilidade, para esse jogo em específico, da formação de um 4-4-2.

“O meio-campo sempre é muito preenchido, buscando dar um fortalecimento também à zaga. Sem a bola, há frequente alternância na primeira linha: ora ficam cinco jogadores, ora ficam quatro, dependendo mais da característica do adversário”

Lucas Cézar, repórter independente no Canal do LC
Postura defensiva tricolor busca povoar o meio-campo (Imagem: Reprodução/Nordeste FC)

PARA FICAR DE OLHO

Nino Paraíba (LD) – Forte nas investidas pelos lados, é peça constante no setor de ataque, se destacando principalmente na criação. Por isso, tem sido um dos jogadores que mais participa das finalizações no Tricolor, seja direta ou indiretamente; na defesa, porém, compromete na recomposição e pode ter sua posição explorada.

Rodriguinho (MEI) – Fundamental na permanência do Esquadrão na Série A, o meio-campista vem sendo importante também na transição. Jogando um pouco mais recuado, tem poder criativo para jogar junto aos atletas de lado, mas também aparece como elemento surpresa dentro da pequena área do adversário.

Gilberto (CA) – Velho conhecido do Leão, por ter sido revelado no futebol de Pernambuco e defendido as cores do clube em 2012, é o maior destaque dos baianos. Com forte faro de gol, foi o artilheiro do time na temporada 2020/21, pois marcou 19 gols durante 50 jogos disputados; na atual, balançou a rede em duas partidas.

Crédito da foto principal: Felipe Oliveira/EC Bahia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: