Revés indigesto: análise Sampaio Corrêa 3 x 2 Salgueiro

Por: Guilherme Batista

Nem a atuação inspiradíssima do atacante Ciel foi suficiente para evitar a derrota do Salgueiro. Diante de um indigesto Sampaio Corrêa, o Carcará ficou “entalado” com o 3 x 2 sofrido em confronto realizado nesta segunda-feira (29), em São Luís, no Maranhão, pela quarta rodada da Copa do Nordeste.

Apoie o Pernambutático e receba conteúdos exclusivos do seu time de coração

Sabendo da importância do duelo, os dois treinadores mandaram a campo o que tinham de melhor. Do lado maranhense, algumas mudanças em relação a equipe que vinha atuando, em especial a entrada de Pimentinha no lugar de Guilherme Teixeira. Já os sertanejos exploraram o seu tradicional 4-3-3, contando com o retorno de Bruno Sena e a entrada de Héricles no lugar de Tarcísio no time titular.

Contando com o retorno de Bruno Sena, Salgueiro manteve o 4-3-3. (Imagem feita no TacticalPad)

COMO FOI

Não precisou de muito tempo para o Sampaio impor seu forte ritmo de jogo. Logo no primeiro minuto de partida, Paulo Sergio achou belo lançamento para Jefinho, que dominou e foi travado no momento da finalização por Leozão. Alternando entre um 4-1-4-1 e um 4-5-1, o Carcará encontrava dificuldades para parar a força ofensiva maranhense.

Subindo suas linhas e pressionando a saída do Salgueiro, o Sampaio conseguia recuperar a bola com facilidade para voltar a atacar o time sertanejo. Acionando Sávio e Pimentinha pelo lado direito do ataque, o Tubarão dominou as ações da partida na primeira etapa.

O gol parecia questão de tempo e veio aos 13 minutos. Após cobrança de escanteio de Sávio, Bruno Sena desviou a cabeçada maranhense e a bola se ofereceu para Jefinho, completamente livre na pequena área, fuzilar a meta de Lucas.

A vantagem trouxe tranquilidade para a Bolívia Querida, que continuou soberana na partida durante boa parte da primeira etapa. O cenário, no entanto, poderia ter mudado completamente aos 36 minutos, quando Felipe Baiano rolou a bola para Héricles empatar a partida. O auxiliar, mal colocado, anulou de forma errônea o que seria o empate do Salgueiro.

Alternando sua postura defensiva, Salgueiro teve dificuldades em parar o ataque maranhense. (Imagem: NordesteFC)

No retorno do vestiário, Daniel Neri mostrou bastante incômodo com o que viu na primeira etapa e efetuou três mudanças no Carcará: Ciel, Aruá e Tarcísio entraram nos lugares de Héricles, Passira e Alison. E as mudanças surtiram efeito. Aos 5 minutos, Bruno Sena achou um belo lançamento para Ciel driblar o goleiro Mota e empatar a peleja para o Salgueiro.

Porém a resposta do Sampaio veio no minuto seguinte. Jefinho arriscou da entrada da área, a bola explodiu na trave e no rebote, Ranieri acabou marcando contra o próprio patrimônio. O gol esfriou um pouco o ímpeto pernambucano, ao mesmo tempo que trouxe novamente tranquilidade aos maranhenses, que alternavam a postura defensiva entre um 4-4-2 e um 4-2-3-1.

Ao mesmo tempo, o Sampaio seguia explorando o lado direito de seu ataque, com Pimentinha levando vantagem no duelo contra Alan. Buscando ter ainda mais o controle do meio, Guanaes acionou Dione e Guilherme Teixeira nos lugares de Dudu e Eloir. E na primeira jogada dos dois jogadores, Dione encontrou Guilherme Teixeira e o camisa 18 ampliou para a Bolívia.

A tranquilidade que o terceiro gol deveria trazer ao Sampaio não durou muito tempo. Tal qual o Sampaio, logo no minuto seguinte, o Salgueiro respondeu. Tarcísio encontrou um belo passe para Ciel aproveitar o espaço entre dois defensores maranhenses e diminuir o placar: 3 a 2.

Apesar disso, o Carcará não teve forças para buscar o empate e o Tubarão conseguiu segurar a vitória. Com o resultado, o Sampaio assume parcialmente a vice-liderança do grupo A com 9 pontos, enquanto o Carcará perde a chance entrar no G4 e permanece com 7 pontos na 5ª colocação do Grupo B.

Lance do segundo gol de Ciel na noite (Imagem: Nordeste FC)

Pela frente, o Carcará tem mais uma pedreira na rodada seguinte, quando recebe o CRB no Cornélio de Barros, no próximo sábado (3). Já o Sampaio, no mesmo dia, duela com o ABC no Frasqueirão.

Créditos da foto principal: Ronald Felipe/Sampaio Corrêa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: