Linha do tempo tática: Danny Morais no Santa Cruz

Por: Felipe Holanda

A linha do tempo de Danny Morais no Santa Cruz é feita de glórias. Próximo de completar 200 jogos, ele se despede da torcida tricolor, mas deixa seu lugar marcado no panteão de grandes ídolos da história coral. Identificado com o clube, o agora ex-jogador encerra sua passagem pelo Mais Querido por cima, inclusive, pegando a muitos de surpresa.

Danny sempre honrou o manto das três cores e foi um dos pilares da conquista da Copa do Nordeste de 2016. Nesta análise, o Pernambutático relembra os principais momentos da trajetória de Danny no Santa, com posicionamentos táticos, números, estilo de jogo, e muito mais do capitão do Arruda.

Apoie o Pernambutático e receba conteúdos exclusivos do seu time de coração

2015 – o início de uma Era

Tudo começou em janeiro de 2015. Danny Morais chega ao Santa vindo da Chapecoense. Defendendo as três cores, se firmou rapidamente como titular atuando como quarto zagueiro, sendo peça fundamental do 4-3-3 do técnico Ricardinho, ex-campeão do mundo com a seleção brasileira.

O portador Danny procura a melhor opção de passe

Com qualidade, Danny era fundamental na construção de jogadas, procurando passes, geralmente pela esquerda, para progredir a posse de bola e furar o bloqueio do adversário, no caso, o Náutico – na ocasião, os corais venceram por 2 x 1 pelo Pernambucano, com gols de Alemão e Betinho.  

Xerife progredindo o jogo tricolor

O defensor também mostrou seu valor na saída de três, se unindo ao companheiro de zaga e ao goleiro para iniciar a transição ofensiva. Qualidades que fizeram Danny cair rapidamente nas graças da torcida coral, herdando, inclusive, a faixa de capitão em alguns jogos daquela temporada.

2016 – O líder Danny

Assim como em outros clubes, o zagueiro foi escolhido para capitanear o Santa Cruz pelo seu espírito de liderança. Defensivamente, com o Santa formando duas linhas de quatro, costumava ser preciso. Geralmente bem posicionado, auxiliava na cobertura dos laterais, veloz e cirúrgico. Além disso, não desistia fácil dos lances, sempre com raça.

Danny na cobertura pela direita (Imagem: Premiere)

Em 2016, o atleta escreveu seu nome, de fato, na história da Cobra Coral. Foi um dos líderes do time campeão da Copa do Nordeste, título que veio após empate em 1 x 1 com o Campinense, em Campina Grande – os corais haviam vencido a ida por 2 x 1, no Recife, e triunfaram no placar agregado. Aquela é até hoje a maior conquista do Santa no século.

Pouco depois de completar 100 jogos pelo Mais Querido e renovar contrato, em janeiro de 2017, Danny anunciou que estava de saída, pegando os torcedores e a direção tricolor de surpresa. O destino: o Busan, da Coreia do Sul. Era apenas o primeiro adeus. Na verdade, um “até logo”.

2018 – O bom filho à casa torna

Após 20 jogos e um gol na Ásia, o zagueiro retornou à repúblicas independentes do Arruda em março de 2018. Na volta, seguiu mostrando virtudes, como a qualidade nas interceptações. Com senso de posicionamento, conseguia cortar bolas com o time formando um 4-2-3-1.

Danny, porém não se limitava à primeira linha, adiantando para tentar o desarme na segunda, o que muitas vezes conseguiu, matando as jogadas rivais antes que houvesse perigo iminente às três cores.

Além da precisão defensiva, também se aventurou um pouco no ataque. Em algumas ocasiões, carregou a bola até depois do meio de campo para servir os companheiros, surgindo como elemento surpresa e surpreendendo a marcação.

Danny avança para acionar os atacantes (Imagem: Premiere)

2019 – A consolidação

Já consolidado como um dos ícones do time, símbolo de garra e atitude, Danny Morais iniciou 2019 com destaque. Sempre efetivo em campo, era literalmente um capitão. No confronto com o Confiança, pela Copa do Nordeste, acumulou 42 participações, entre passes, desarmes e interceptações.

Na época, Danny mostrou uma característica além. Deixou a função de quarto zagueiro, passando a atuar como zagueiro central, mais à direita. O objetivo, contudo, era o mesmo: auxiliar na saída de três e dar agilidade a transição ofensiva tricolor.

À direita, Danny participa da construção (Imagem: Esporte Interativo)

2020 – Frustração ao cubo

Vivendo sua quinta temporada no Arruda, Danny Morais tinha tudo esperava um 2020 tranquilo. Não foi o aconteceu e o cenário inicial era o melhor possível. Início avassalador no Campeonato Pernambucano, com a liderança isolada da primeira fase, mas na final veio o balde de água fria. Após derrota para o Salgueiro nos pênaltis, o tricolor amargou o vice.

Já na Copa do Nordeste, em busca do bi, a Cobra Coral acabou eliminada nas quartas de final após revés também nas penalidades, dessa vez para o Confiança. Com a equipe postada no 4-2-3-1, Danny conseguia dar fluidez, mantinha o bom aproveitamento defensivo.

Danny postado para interceptar a bola (Imagem: Live FC)

A caminhada na Série C começou com caráter de redenção para Danny e o Santa Cruz. O roteiro foi bem semelhante. Os corais terminaram na liderança geral e chegaram ao mata-mata com a vantagem de decidir em casa. Na última rodada, ainda com chances de acesso, veio a frustração de ficar pelo caminho outra vez. Vitória sobre o Brusque no Recife, mas o Vila Nova empatou seu jogo e ficou com a vaga.

2021 – A despedida

Em 2021, a diretoria tricolor até conseguiu adiar a aposentadoria do zagueiro, mas não por muito tempo. Ainda como alicerce da zaga, continuou ajudando o time antes de lesionar. Mesmo recuperado, Danny Morais decidiu se aposentar dos gramados, mas há a expectativa é de que ele permaneça no clube para fazer outras funções.

Além de Santa Cruz e Busan Ipark, Danny defendeu as cores do Internacional, onde foi revelado, Botafogo, Bahia, Chapecoense e Al-Etitifaq da Árábia Saudita. Também passou pela seleção brasileira nas categorias de base.

Créditos da foto principal: Rafael Melo/Santa Cruz

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: