Náutico no Campeonato Pernambucano: como joga taticamente o Salgueiro

Por: Andinho D’wirvelle

Água no chope. O Salgueiro quer impor ao Náutico sua primeira derrota no Campeonato Pernambuco, justo no dia em que o alvirrubro completa aniversário de 120 anos. Também com 100% de aproveitamento, o Carcará vem embalado para o confronto a ser realizado nesta quarta-feira (7) às 21h30, no Cornélio de Barros, pela quinta rodada do Estadual.

A equipe de Daniel Nery, que fez apenas dois jogos pelo estadual, busca subir na tabela e tenta novamente terminar a primeira fase no G2, garantindo vaga direta nas semifinais. Separamos para a torcida alvirrubra tudo sobre o próximo adversário: prováveis formações táticas, informações exclusivas de uma setorista, jogadores para ficar de olho, e muito mais dos sertanejos.

Para encarar o Náutico, aniversariante do dia, Nery conta com força máxima e deve tentar se impor dentro de casa para construir o resultado positivo, explorando transições rápidas e toques verticais.

Provável formação inicial do Salgueiro (Feito no Tactcal Pad)

COMO ATACA

O português arma o Salgueiro num 4-3-3, muito bem postado defensivamente e com rápidas saídas nos contra ataques, sempre procurando Ciel na referência. O camisa 99 é procurado tanto para fazer o pivô quanto para tirar o time de trás.

No meio, 3 homens de boa marcação e que sabem jogar, Moreilândia, Bruno Sena e Felipe Baiano. Provavelmente dificultarão bastante o setor para o alvirrubro, tanto é que Hélio dos Anjos deve entrar com Djavan para dar mais poder de marcação ao time.

No ataque, o time conta com Tarcísio pela direita, Ciel na referência, e Alisson Araçoiaba pela esquerda, com muita movimentação e velocidade. Em algumas ocasiões, os comandados de Nery exploram um 4-2-3-1, como visto no empate diante do CRB pela Copa do Nordeste.

Investida ofensiva sertanejo (Imagem: Nordeste FC)

COMO DEFENDE

No momento defensivo, o time se porta num 4-1-4-1 com linhas bem próximas e num bloco médio, procurando sempre roubar a bola no meio e já ligar os dois pontas. Outra aposta é se fechar mais na defesa, armando um 4-5-1.

Carcará fechado na defesa (Imagem: Nordeste FC)

Tarcísio e Alisson Araçoiaba, apesar de serem os principais desafogos do time, também contribuem muito na dobra de marcação, ajudando demais na marcação dos laterais adversários. Dessa forma, inevitavelmente intimida as subidas pelos lados.

Caso opte por mudar o sistema, como fez durante o último jogo contra o CRB (saiu do 4-3-3 para o 4-2-3-1), Daniel usará o 4-4-2 na fase defensiva, mas tendo o mesmo objetivo após a retomada: velocidade pelos lados do campo para tentar encontrar Ciel.

PARA FICAR DE OLHO

Ciel (ATA): Principal goleador do time no ano, autor de um gol antológico no último final de semana sobre o CRB, é a referência técnica do Carcará. Se tiver espaço, costuma fazer estrago mesmo com 39 anos. Olho nele, torcedor alvirrubro.

Tarcísio (MEIA): Meia que atua como ponta, é importante na bola parada e tem boa velocidade para quebras linhas adversárias. Tarcísio é sempre muito intenso e contribui muito com a equipe em todos os momentos da partida.

Créditos da foto principal: Rodrigo Avelar/Salgueiro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: