Levanta, sacode a poeira e dá a volta por cima: Ceará 3 x 0 Salgueiro

Por: Felipe Holanda

Mesmo eliminado, o Salgueiro tem motivos para deixar a torcida sertaneja orgulhosa. Chegando vivo até a última rodada da Copa do Nordeste, o Carcará foi derrotado por 3×0 para o Ceará neste sábado (10), no Castelão, em Fortaleza, mas caiu de pé, como o pernambucano mais bem colocado na Lampions.

A desclassificação faz o Tricolor terminar o regional na 6ª posição do Grupo B e somando oito pontos. O próximo compromisso agora será no Campeonato Pernambucano e já nesta quarta-feira (14), diante do Vera Cruz, em partida atrasada da 4ª rodada, às 15h na Arena de Pernambuco.

Apoie nosso site e receba conteúdos exclusivos do seu time de coração

Para o confronto, Daniel Neri optou por não alterar o aspecto tático de praxe, mantendo o 4-3-3 já habitual. Dessa vez, porém, voltou com Leozão e Ranieri na zaga, enquanto Aruá foi escolhido para ocupar o espaço de Moreilândia e Emanuel o de Alison, ambos vetados pelo departamento médico.

Salgueirenses foram mantidos no 4-3-3 para enfrentar os alvinegros (Feito no TacticalPad)

COMO FOI

Nos primeiros minutos, o Carcará não se intimidou com o bom time do Ceará e tentou impor seu ritmo de jogo. Faltava, porém mais profundidade e toques rápidos para colocar o atacante Ciel, na referência, em boas condições para o arremate. Dessa forma, o alvinegro respondia à altura, começando a construir superioridade em campo.

Vendo o ímpeto rival, Daniel Neri resolveu explorar uma linha de 5 para segurar as investidas da equipe de Guto. A estratégia funcionava e forçava o Vozão a fazer suas jogadas pelos lado, abusando das bolas aéreas. Mas foi justamente pelo alto que veio o primeiro gol. Vina cobrou escanteio, Lucas falhou, e Gabriel Silva completou de cabeça para abrir o placar no Castelão.

A resposta veio com Ciel que, mesmo bem marcado, conseguiu dar assistência para Emanuel finalizar com perigo no fim do primeiro tempo. Richard se esticou todo e fez grande defesa, evitando o empate sertanejo. Serviu, ao menos, para mostrar que o Salgueiro ainda estava vivo na partida.

Tricolor do Sertão se fechou com linha de 5 para segurar alvinegros (Imagem: Nordeste FC)

No segundo tempo, Neri optou por não voltar com mudanças, mas seguiu no ataque. A primeira boa chance foi quando a bola ficou viva na pequena área e Ciel não conseguiu completar para finalizar; a sobra caiu no pé de Leozão e o artilheiro salgueirense chutou mascado, vendo Richard sair bem da meta e intervir.

Para tentar permanecer presente ao setor ofensivo e de fôlego renovado, já que vinha tomando alguns sustos, o comandante dos tricolores promoveu a entrada de Cássio Ortega no lugar de Emanuel. Apesar de estar compactado na defesa, porém, acabou dando espaço e Felipe Vizeu – que acabara de ir a campo – bateu de fora da área e ampliou a vantagem.

Com a marcação cansada e sem criatividade ao atacar, o Carcará foi vendo o Vozão valorizar o resultado e jogar no seu erro. Héricles e Juan Kelsen ainda foram acionados nas vagas de Tarcísio e Bruno Sena, respectivamente, mas o sistema defensivo voltou a falhar pelo alto: Vina cobrou escanteio no meio da área e, livre, Luiz Otávio completou com cabeceio.

Defesa pernambucana ficou mais frágil com o resultado negativo (Imagem: Nordeste FC)

Créditos da foto principal: Pedro Chaves/FCF

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: