Carcará mostra suas garras: análise Salgueiro 2 x 0 Sete de Setembro

Por: Guilherme Batista

O Carcará mostrou suas garras e feriu o Lobo-Guará. Mesmo em crise financeira, o Salgueiro segue firme na luta pela defesa do título no Pernambucano. Venceu o Sete de Setembro por 2 x 0 nesta quarta-feira (28), no Cornélio de Barros, em jogo atrasado da 6ª rodada, se garantindo na fase de mata-mata no Estadual.

Apoie o Pernambutático e receba conteúdos exclusivos do seu time de coração

Para o confronto, Daniel Neri promoveu apenas uma mudança e sem mexer no habitual 4-3-3: Adriano Napão ganhou a vaga de Héricles na referência. Pedro Manta, mesmo com a vitória sobre o Santa Cruz na última rodada, optou por ir com Douglas Bomba no lugar de Glauber e Keyllo no de Genildo, suspenso.

Performance tática das equipes no confronto em solo sertanejo (Feito no Tactical Pad)

COMO FOI

Como só a vitória importava, não demorou muito para o Carcará encontrar os caminhos da rede. Logo aos dois minutos de jogo, após bela transição, Napão foi derrubado dentro da área e, tal qual o jogo passado diante do Vitória das Tabocas, ele mesmo bateu e converteu. O gol cedo da equipe sertaneja obrigou o Lobo-Guará a partir para cima.

E assim o time garanhuense fez. Impondo um ritmo impressionante, com Diogo Capela subindo e se juntando ao trio ofensivo para formar um 4-2-4, passaram a explorar os lados do campo e forçar o erro do Salgueiro na saída de bola. Assim, o Sete começou a encurralar os donos da casa de forma incessante.

A primeira oportunidade veio com Nêgo de Brejão, de cabeça, mas Ranieri evitou. Em seguida, Williams Luz cruzou e Rodrigo finalizou pra fora. Aos 17, o próprio Williams Luz quase empatou em cobrança de falta, enquanto o 4-1-4-1 do adversário penou diante do forte ímpeto do Sete.

Com o passar da primeira etapa, no entanto, o Lobo foi cansando e o Tricolor encontrou espaços para, enfim, começar a atacar. Nos minutos finais, Moreilândia encontrou um passe açucarado para Napão que, de cabeça, quase ampliou a vantagem no placar.

Garanhuenses subiram as linhas para tentar buscar o empate (Imagem: MyCujoo)

No retorno dos vestiários, Pedro Manta promoveu duas mudanças na sua equipe. Nêgo de Brejão e Douglas Bomba deram lugar para Gustavo Balotelli e Léo Morais. Desta forma, Keyllo acabou recuando para o meio e Gustavo entrou como homem de referência para tentar aproveitar os cruzamentos.

As alterações, no entanto, acabaram deixando o time do Agreste mais exposto. E o Salgueiro soube aproveitar. Ranieri acionou Aruá pela direita, que fez boa jogada individual pela direita, deixou um zagueiro no chão e rolou para Tarcísio fuzilar a meta do Sete, ampliando para o Carcará.

O gol trouxe tranquilidade e espaços para os tricolores. Com Aruá flutuando e participativo, Felipe Baiano começou a aparecer mais na partida. Assim, os sertanejos tomaram conta e fizeram valer a parte física, cozinhando bem o jogo e até tendo chances de ampliar, mas não foram efetivos nas finalizações.

O resultado carimbou o destino dos dois clubes no Estadual. Enquanto o Tricolor do Sertão vai para a disputa do mata-mata, aguardando definir apenas a fase, as esperanças do Sete se esvaeceram, indo disputar o quadrangular do rebaixamento para buscar a permanência na elite.

Tarcísio teve liberdade para sacramentar vitória salgueirense (Imagem: MyCujoo)

Créditos da foto principal: Darlando Barros/Especial para o Pernambutático

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: