Unhas e dentes: o que esperar taticamente de Sport x Salgueiro

Por: Mateus Schuler

Selva de pedra. Enquanto o Sport tem a missão de mostrar que o Leão não é rei por acaso, o Salgueiro quer liberar suas asas e voar como um Carcará rumo à final. Maior campeão do Campeonato Pernambucano, o rubro-negro faz as honras da casa nesta segunda-feira (10) às 20h, na Ilha do Retiro, para o atual detentor do título. Confronto vale vaga na grande decisão para enfrentar Náutico ou Santa Cruz.

Nesta análise, o Pernambutático destrincha o que esperar taticamente do confronto entre leoninos e sertanejos, com principais movimentações táticas, prováveis escalações, a opinião dos treinadores, números, e muito mais. O vencedor no tempo normal garante a classificação; em caso de empate, o classificado será decidido nos pênaltis.

Apoie o Pernambutático e receba conteúdos exclusivos do seu time de coração

Para tentar salvar o início de temporada da equipe da Praça da Bandeira, o técnico Umberto Louzer sinaliza a manutenção do time que iniciou na vitória sobre o Náutico. Ainda com Thiago Neves se recuperando de um incômodo muscular, o comandante deve manter o 4-2-3-1, que por vezes performou no 4-1-4-1 ao atacar.

Leão deve ter base titular mantida (Feito no Tactical Pad)

O Tricolor do Sertão, por outro lado, chega com uma novidade entre os 11 que começaram na última quarta-feira (5) ante o Vera Cruz. Após ter de cumprir suspensão automática, pelo terceiro amarelo, o volante Moreilândia volta a figurar no time, com Raimundinho sendo sacado do meio-campo; de resto, Marcos Tamandaré opta por repetir a base.

Sertanejos devem ter apenas uma mudança em relação ao último jogo (Feito no Tactical Pad)

SEM MUDANÇAS RADICAIS

Sem completar ao menos um mês à frente do comando leonino, Louzer fez dois jogos decisivos, mas o terceiro é crucial. Precisando vencer para seguir na briga pelo título, no entanto, o treinador não sinaliza surpresas na equipe e deve seguir a máxima já conhecida no futebol: “em time que está ganhando não se mexe”.

Dessa maneira, há uma grande possibilidade da manutenção do 4-1-2-3 ao atacar, que por vezes alterna a um 4-1-4-1 ou até 4-2-3-1 do sistema-base. Com participação dos laterais nas investidas, os rubro-negros buscam ter o máximo de presença no campo adversário, tentando confundir a marcação pela constante troca de posição de suas peças.

Sport busca ser intenso ao atacar na defesa adversária (Imagem: Globo)

“Claro que em um momento como esse mudanças radicais não cabem, pois a equipe vem evoluindo e intensificando o trabalho. Estamos fazendo as variações que temos que criar para que nossa equipe possa não ser uma presa fácil”

Umberto Louzer, técnico do Sport

Apesar do início de temporada ter sido bastante questionada, ao menos no Estadual a defesa do Leão vem mostrando maior solidez. Dos nove jogos que disputou, não foi vazado em seis e sofreu apenas quatro gols, sendo o melhor até o momento. Sob o comando de Umberto, com duas linhas de 4 definidas, o Sport vem conseguindo fechar bem os espaços, inclusive entrelinhas.

Mesmo assim, tem feito alternância ao 4-2-3-1 quando se defende, o que faz o setor ofensivo adversário ficar mais preso devido ao balanço proposto pelo comandante rubro-negro. Com muita dinâmica e movimentação, Louzer vai tentar neutralizar os pontos fortes do Carcará para explorar eventuais falhas e contra-atacar se preciso.

Leoninos buscam se fechar de forma sólida com linhas bem definidas (Imagem: SporTV/Premiere)

“O Salgueiro tem uma bola parada muito forte desde o início, busca sair jogando e é uma equipe experiente, que mescla com juventude. Temos que estar atentos para neutralizar esses pontos, inclusive as ações ofensivas e conseguir o nosso objetivo, que é vencer e chegar a uma final de competição”

Umberto Louzer, técnico do Sport

TAMANDARÉ, O SURFISTA SERTANEJO

Nascido em uma cidade litorânea, vizinha à que carrega seu nome, Marcos Tamandaré busca seguir surfando no bom momento do Salgueiro para fazer o Sertão voltar a ficar em festa. Campeão em 2020, o clube segue na disputa pelo bicampeonato, tendo um ataque letal e eficiente quando trabalha bem a bola.

Postado no 4-1-2-3, tem amplitude variada, pois depende muito do encaixe do adversário. Ora os lances saem nos lados, com os laterais dando suporte aos pontas, ora pelo meio, fazendo os meio-campistas serem responsáveis por fazer a criação; o primeiro gol contra o Vera Cruz, inclusive, teve variação entre os dois setores.

Desenho salgueirense bem definido destacando as peças (Imagem: SporTV/Premiere)

“As experiências boas que a gente adquiriu como jogador, tentamos passar agora que estamos à frente deles. Temos um bom time, que não teme nenhum adversário. Acreditando nisso, a gente tem possibilidade também de conseguir vencer lá dentro”

Marcos Tamandaré, treinador do Salgueiro

A solidez defensiva, que era um dos pontos fortes da equipe com Bruno Sena na cabeça de área, foi se esvaindo aos poucos, mas Tamandaré vem dando uma nova formatação. Sob o comando de Daniel Neri, o time se postava no 4-1-4-1; já agora há uma constante alternância entre 4-3-1-2 e 4-4-2, tendo os blocos médio-baixos.

Dessa maneira, consegue fechar os espaços para infiltrações em velocidade e ainda ganha fôlego para um contra-golpe mais dinâmico. Um dos atletas da beirada recompõe centralizado, enquanto o outro dá suporte para poder pressionar a saída de bola, que geralmente força o erro, recuperando assim a posse.

Sertanejos se postando em blocos médio-baixos na defesa (Imagem: SporTV/Premiere)

“A gente tenta passar coisas positivas. Em um momento tão difícil, onde o clube vai fechar após o Estadual, e você conseguir deixar os jogadores motivados, não é fácil, não. A gente tenta passar coisas positivas. Faltam jogos importantes e têm muitas coisas para acontecer. Podem acontecer muitas coisas para o clube e para eles, individualmente”

Marcos Tamandaré, treinador do Salgueiro

PARA FICAR DE OLHO – SPORT

Adryelson (ZAG) – Apesar de defensor, o prata da casa leonino vem sendo a principal referência em bolas aéreas ofensivas. Forte nos cabeceios, já foi às redes por duas vezes no Pernambucano, inclusive no último jogo, diante do Náutico. Forte na marcação individual, deve segurar o ataque dinâmico e veloz do Carcará.

Thiago Lopes (MEI) – Substituto imediato de Thiago Neves, já trabalhou com o técnico Umberto Louzer no Coritiba. Responsável pela criação de jogadas atuando mais centralizado, troca ainda de posicionamento junto às demais peças da trinca postada atrás do centroavante, tentando confundir a defesa adversária.

Mikael (ATA) – Apesar de não ter marcado gols no clássico, é o artilheiro dos rubro-negros na atual temporada. Um dos tentos foi na única derrota leonina durante a primeira fase, justamente diante do Carcará, confirmando que é a principal arma do setor ofensivo; a constante movimentação dentro da área e os pivôs aos extremos podem levar perigo aos sertanejos.

PARA FICAR DE OLHO – SALGUEIRO

Dadinha (LD) – O lateral-direito dos sertanejos é bastante agudo quando vai ao ataque. Com muita presença ofensiva, ajuda na criação de jogadas, seja em jogadas mais cadenciadas com passes curtos/médios ou velozes, como ocorreu no jogo contra o Vera, dando o passe para Renato, no gol heroico, ao arrancar do meio-campo até a área.

Aruá (MC) – Meio-campista bastante completo, ajuda tanto na marcação, como na criação. Responsável pela transição no meio, tem intensidade ao participar dos lances, pois sua principal característica é a visão de jogo, já que tem um passe apurado para finalizações; ainda assim, se destaca nos chutes de média-distância.

Tarcísio (PD) – Assim como Aruá, tem muita qualidade na criação, apesar de atuar pela beirada do campo. Suas assistências também são importantes e, principalmente, servindo os demais companheiros do ataque ou algum dos meio-campistas que apareça como surpresa; perigoso na bola parada, tem qualidade ao bater na bola.

Créditos da fotos principais: Anderson Stevens/Sport e Reprodução/TV Grande Rio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: