Baixa intensidade: análise América-RN 1 x 0 Central

Por: Guilherme Batista

Ainda sentindo as dores do rebaixamento no Estadual, o Central estreou mal na Série D do Campeonato Brasileiro. Na tarde deste sábado (5), não teve boa apresentação e foi derrotado pelo América-RN, por 1 x 0, em jogo disputado na Arena das Dunas.

Fazendo sua estreia sob o comando do Mecão, Daniel Neri escalou o América no 4-3-3 que o consagrou no Salgueiro. Do lado pernambucano, Júnior Baiano, tendo opções reduzidas, mandou a campo a Patativa num 4-1-4-1, com bastante novidade em relação ao time rebaixado no Estadual.

Apoie o Pernambutático e receba conteúdos exclusivos do seu time de coração

Centralinos foram escalados com um sistema diferente do habitual (Feito no Tactical Pad)

COMO FOI

Com a bola rolando, o time potiguar tentou fazer valer o mando de campo desde os primeiros minutos, pressionando o Central. Com mais posse de bola e empurrando os pernambucanos para a defesa, o América lateralizou muitas jogadas para tentar furar a defensiva alvinegra, que variava entre um 4-1-4-1 e um 4-4-2.

Atuando no 4-3-3, América imprimiu um bom ritmo no início do jogo (Imagem: ElevenSports)

No entanto, sem conseguir transformar a superioridade em chances claras, os comandados de Daniel Neri começaram a arriscar finalizações da entrada da área para tentar assustar a Patativa, que pouco fazia ofensivamente.

Na reta final da primeira etapa, o Dragão caiu de rendimento e começou a dar espaço aos centralinos, que mesmo sem tanto poder de criação, começaram a incomodar um pouco mais na partida, sobretudo com bolas aéreas. Apesar disso, os times desceram zerados para os vestiários.

Com pouca criação e apostando na transição em velocidade, o Central atacou num 4-4-2 (Imagem: ElevenSports)

No retorno dos vestiários, Júnior Baiano sacou Antônio Guilherme e Rogerinho para entradas de João Victor e Denilson, respectivamente. As alterações soltaram mais a equipe caruaruense, que passou a ter mais posse de bola e presença ofensiva.

Mesmo assim, a Patativa viu tudo ruir. Em um vacilo de Danielzinho, o América roubou a bola e encontrou a defesa pernambucana completamente desorganizada; melhor para Everton Heleno, que saiu cara a cara com Andrade e abriu o placar para o Mecão.

Em vantagem no marcador, a equipe potiguar se fechava num 4-1-4-1, esperando um vacilo pernambucano para espetar em velocidade. Os centralinos, por sua vez, continuavam com pouca criação e apostando em bolas alçadas na área ou em jogadas individuais, o que acabou sendo insuficiente para evitar a derrota.

Na próxima rodada, os americanos vão a Campina Grande para enfrentar o Campinense, enquanto que o Central fará sua estreia no Lacerdão, diante do Caucaia. O resultado negativo deixa o alvinegro, parcialmente, na lanterna do Grupo A-3.

Se fechando no 4-1-4-1, o América-RN anulou qualquer poder de reação do Central. (Imagem: ElevenSports)

Crédito da imagem principal: Canindé Pereira/América-RN

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: