Intensidade insuficiente: análise Fortaleza 1 x 0 Sport

Por: Guilherme Batista

O Sport até tentou lutar, mas não conseguiu desempenhar uma boa atuação e caiu para o Fortaleza. Na noite deste domingo (13), perdeu por 1 x 0 e sofreu a segunda derrota consecutiva na Série A do Campeonato Brasileiro, em partida válida pela terceira rodada; Leão da Ilha segue sem vencer e ocupa a 16ª posição e soma um ponto.

Apoie o Pernambutático e receba conteúdos exclusivo do seu time de coração

Ainda sem poder contar com força máxima, Umberto Louzer mandou a campo um time similar ao que acabou derrotado diante do Atlético-MG. Júnior Tavares e Thiago Neves foram vetados pelo DM, enquanto Sander e Gustavo herdaram as respectivas vagas. Já André, na vaga de Mikael, foi a única mudança por opção do treinador.

Com três mudanças em relação a partida anterior, o Sport manteve a postura tática (Feito no Tactical Pad)

COMO FOI

A partida iniciou como era de se esperar. Com uma postura mais defensiva, o Sport deixou o Fortaleza ter a posse de bola, enquanto se defendia no 4-4-1-1, com Gustavo e André mais a frente, enquanto o restante do time fechava em duas linhas de 4, visando ter o contra-ataque como arma para assustar o adversário.

Se fechando com duas linhas de 4, Sport dificultou a vida do setor ofensivo do Fortaleza (Imagem: Premiere)

Com dificuldades para penetrar o bom bloqueio defensivo montado pelo Leão da Ilha, o Tricolor do Pici trocou passes, mas pouco foi efetivo. A primeira boa chegada, inclusive, foi dos pernambucanos. André encontrou bom passe para Paulinho Moccelin, que fintou bem o zagueiro e bateu para fora próximo à trave direita.

A resposta do Leão cearense veio quando Carlinhos encontrou Pikachu nas costas da zaga rubro-negra, mas o carrasco rubro-negro finalizou para fora. No último minuto da primeira etapa, Pikachu ajeitou a bola para Tinga, que chutou forte e levou perigo. Apesar disso, a primeira etapa pouco teve em emoção e o jogo foi para o vestiário sem gols.

Nas poucas oportunidades que foi ao ataque, o Sport tentou ser intenso (Imagem: Premiere)

Na volta, Vojvoda e Louzer mantiveram os mesmos times do primeiro tempo e as propostas. O Fortaleza até tentou acelerar mais a troca de passes nos minutos iniciais da etapa complementar, mas o encaixe rubro-negro não foi tão frágil. Apenas aos 16 minutos da segunda etapa que o Leão do Pici voltou a assustar, após forte finalização de Carlinhos para defesa de Maílson.

Aos 27 minutos da segunda etapa, Maxwell, que tinha entrado minutos antes, foi expulso após forte entrada em Matheus Vargas. Taticamente o Sport se manteve com duas linhas de 4, no entanto, apenas com André mais à frente. Cinco minutos depois, em bola levantada na área, Maidana levantou o braço e cometeu pênalti extremamente infantil. Na cobrança, Wellington Paulista bateu forte e sem chances para o goleiro.

Créditos da foto principal: Bruno Oliveira/Fortaleza EC

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: