Três pontos na lousa: análise Sport 1 x 0 Grêmio

Por: Mateus Schuler

Múltiplos de três. Utilizando esquema com três zagueiros, o Sport de Umberto Louzer levou a melhor no duelo tático contra o Grêmio de Tiago Nunes e venceu a primeira na Série A do Campeonato Brasileiro, saindo do Z-4. O único gol do jogo foi marcado por Sander, ainda durante o primeiro tempo.

Diferente dos últimos jogos, Umberto Louzer decidiu ir mais cauteloso. Assim, Iago Maidana ganhou a vaga como titular, mesmo após falha que cometeu na derrota diante do Ceará, tendo Ricardinho sacado da equipe; no meio-campo, Thiago Lopes entrou no lugar do jovem Gustavo, formando um 3-4-3, algo inédito na temporada.

Apoie o Pernambutático e receba conteúdos exclusivo do seu time de coração

Leão entrou em campo com esquema diferente do habitual (Feito no Tactical Pad)

COMO FOI

Não foi somente o sistema tático inicial do Sport que divergiu das últimas partidas. A postura em campo também teve mudanças, pois o time se fez mais presente ao ataque e conseguiu segurar melhor os ímpetos do Grêmio. A primeira boa chance, inclusive, veio em uma das investidas explorando a fragilidade do lado esquerdo: Marquinhos abriu para Hayner que, de frente para Paulo Victor, chutou em cima do goleiro.

Com o controle do jogo pelo meio, o Leão seguiu bem postado, além de ter a cautela defensiva necessária. Marcando mais alto que o normal, manteve os tricolores retraídos tentando forçar o erro. Foi justamente em falha que quase o placar saiu do zero: o camisa 1 gaúcho se atrapalhou na saída de bola, no entanto Paulinho Moccelin, de primeira, bateu mal e sobre o gol.

Apesar da pressão dos rubro-negros no início, os gremistas passaram a ir ao setor ofensivo e conseguiram deixar o confronto mais equilibrado. Quando tudo se encaminhava para o empate sem gols no intervalo, os leoninos não vacilaram e aproveitaram: Sander cobrou falta colocada, a bola desviou em Diego Souza e enganou o arqueiro do Imortal, morrendo no fundo da meta.

Sport foi mais ofensivo na etapa inicial (Imagem: SporTV/Premiere)

Para o segundo tempo, Louzer voltou sem modificações, mas continuou com a mesma proposta traçada. Em um dos contra-ataques, chegou próximo de ampliar a vantagem, porém não teve pontaria calibrada: após falta cobrada pela esquerda no campo de defesa, André se desvencilhou da marcação e tocou voltando para Moccelin, que bateu fraco e de primeira no canto para Paulo Victor defender seguro.

Vendo os visitantes crescerem no duelo, o comandante do Leão buscou dar novo fôlego ao ataque para tentar sacramentar o triunfo. Paulinho Moccelin e Marquinhos foram sacados para as entradas de Patric e Gustavo, fazendo Hayner ser adiantado, sem abdicar dos três zagueiros; inicialmente, porém, poucos lances foram criados, mas a defesa foi mantida no 5-4-1.

Para tentar segurar ainda mais a evolução dos gremistas, Hayner e Thiago Lopes saíram para os lugares de Tréllez e Zé Welison. A postura leonina não alterou e, em um lance quase isolado, André avançou em velocidade e teve liberdade para chutar. De longe, o camisa 90 mandou próximo ao travessão, contudo o resultado terminou em vantagem mínima aos rubro-negros.

Defesa do Sport ficou mais compacta no segundo tempo (Imagem: SporTV/Premiere)

Créditos da foto principal: Anderson Stevens/Sport

Um comentário em “Três pontos na lousa: análise Sport 1 x 0 Grêmio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: