(D)errotado: análise Altos 1 x 0 Santa Cruz

Por: Felipe Holanda

O Santa Cruz segue seu calvário na Série C do Campeonato Brasileiro. Em mais uma atuação aquém do esperado, a Cobra Coral foi derrotada pelo Altos por 1 x 0 neste sábado (10), no Estádio Albertão, em Teresina, e se mantém na lanterna isolada do Grupo A. Agora, ainda mais próximo do rebaixamento à Série D.

Apoie o Pernambutático e receba conteúdos exclusivos na tela do seu celular: seja membro Vip clicando aqui

A escalação coral veio cheia de novidades. Sem Wallace Pernambucano e Gilmar, vetados pelo Departamento Médico, Roberto Fernandes promoveu as entradas de Lucas Batatinha – na referência do ataque – e Leonan. Assim, explorou um 4-3-3, tendo Weriton como uma espécie de ponta direita.

Formação inicial do Tricolor (Feito no Tactical Pad)

COMO FOI

Nos minutos inicias, foi o Altos que tomou as rédeas do jogo, enquanto o Santa Cruz se fechava no 4-1-4-1 para segurar o ímpeto piauiense. Vendo o bloqueio coral, o Jacaré resolveu explorar as jogadas em bolas paradas e por muito pouco não chegou ao gol. Primeiro, Manoel cabeceou acima da meta; na sequência, Mimica aproveitou o rebote e Jordan fez grande defesa.

Corais tentando pressionar a saída do Altos (Imagem: DAZN/BAND)

Vendo o time da casa agredir mais, o Tricolor respondeu. Weriton roubou a bola, avançou pela direita e cruzou na área. Antes que Lucas Batatinha conseguisse completar para o fundo das redes, a zaga alviverde fez o corte. Não passou daí.

Mais impositivo no ataque, o Altos obrigou a Cobra Coral a se fechar lá atrás. A estratégia mais utilizada por Roberto Fernandes foi explorar duas linhas de quatro, caindo mais para o 4-4-2. Assim, acabou esfriando um pouco as pretensões do Manga Mecânica, que seguiu levando perigo à meta de Jordan.

Santa com duas linhas de 4 (Imagem: DAZN/BAND)

Tendo Weriton dando profundidade na direita, o Mais Querido conseguiu equilibrar a partida e teve até a chance de abrir o placar. Após cruzamento na área, Maycon Lucas aproveitou a sobra e finalizou de primeira, mas o zagueiro dos anfitriões evitou o gol quase em cima da linha.

O panorama seguiu bem semelhante na etapa final. Enquanto o Altos tinha mais posse de bola e levava mais perigo, o Santa tentava sair rápido e encaixar um contra-ataque letal. A primeira oportunidade foi piauiense. Manoel arriscou de longe, Jordan se esticou todo, mas conseguiu evitar o gol. A bola ainda beliscou a trave antes de sair pela linha de fundo.

A resposta da Cobra Coral veio em marcha lenta. Mais criativo no segundo tempo após a entrada de Rondinelly e utilizando um jogo apoiado pela esquerda do ataque, Weriton até conseguiu marcar depois que Levi lançou na área, mas a arbitragem anulou o lance marcando impedimento.

Investida ofensiva dos corais (Imagem: DAZN/BAND)

Vendo o ligeiro crescimento do seu time, Roberto deu mais fôlego ofensivo com a entrada de Pipico para a saída de Lucas Rodrigues. Pouco depois, foi a vez de Léo Gaúcho aparecer no jogo, deixando o time com três atacantes. Nem assim, o Tricolor conseguiu ser criativo.

Pior que isso, o Altos assustou até o fim e Jordan seguiu fazendo grandes defesas. Já no apagar das luzes, não teve jeito. Roger Gaúcho abriu na direita, Lucas Campos partiu em velocidade e tocou na saída do goleiro para selar mais um revés coral na Série C.

Créditos da foto principal: Luís Júnior/Altos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: