Respirando novos ares: análise América-MG 0 x 1 Sport

Por: Mateus Schuler

A mudança nos bastidores parece ter surtido efeito imediato no Sport, que agora respira novos ares. Nesta segunda-feira (19), fechando a 12ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, o Leão bateu o América-MG – em jogo de seis pontos – na Arena Independência por 1 x 0, deixando para trás a zona de rebaixamento, mas sem abrir muita distância.

Apoie o Pernambutático e receba conteúdos exclusivos na tela do seu celular. Seja membro Vip clicando aqui

Assim como nos últimos confrontos, Umberto Louzer manteve o 4-2-3-1 que é habitual no Sport, porém com algumas novidades. Na defesa, Chico foi como lateral-esquerdo, já que Sander e Júnior Tavares seguiram como desfalques, enquanto que Gustavo entrou na armação e Thiago Lopes aberto pela direita nos lugares antes ocupados por Thiago Neves e Neílton, ausentes; no ataque, Mikael ganhou a vaga de André, opção no banco por voltar de uma virose.

Leoninos entraram com o mesmo 4-2-3-1, mas modificando peças (Feito no Tactical Pad)

COMO FOI

Por ambos precisarem da vitória, a partida começou bastante equilibrada e os dois times pouco criativos. Com força na marcação, o Sport fechou bem os espaços e tentou ter o contra-ataque como arma, variando entre 4-2-3-1 e 4-1-4-1 – este mais nítido – sem a bola; quando atacou, buscou formar um 4-2-2-2, povoando o campo de defesa adversário, mas sem assustar.

Apesar de menor intensidade ofensiva, tendo menos posse e ritmo, o Leão foi quem teve a primeira boa chance. Depois de boa troca de passes no ataque, Gustavo fez jogada individual pela direita e puxou para o meio, finalizando no canto e obrigando Matheus Cavichioli a se esticar todo para afastar o perigo. O América-MG até reagiu se infiltrando no sistema defensivo leonino, porém o chute de Felipe Azevedo saiu de lado e Alan Ruschel parou em Maílson.

Mesmo faltando criatividade, os rubro-negros tentaram alternativas para ir à zona ofensiva e furar a marcação alviverde. O Coelho foi dando brechas e os pernambucanos voltaram a dar um susto quando trocou passes na entrada da área e Gustavo, de calcanhar, serviu Zé Welison; o volante soltou o pé e o goleiro dos mineiros fez uma defesaça.

Rubro-negros povoaram campo americano com apoio dos laterais (Imagem: SporTV/Premiere)

Na etapa final, Umberto Louzer voltou sem mudanças, o que fez o Coelho ir à zona ofensiva mais frequentemente. Apesar de terem boa postura defensiva, os leoninos cederam muitos espaços para infilitrações do adversário, que foi perigoso quando atacou, contudo parou na muralha do Sport em jogadas de Yan Sasse.

Com o América crescendo em campo e o Leão ficando ainda mais sem ter a criatividade, Louzer optou por colocar André e Tréllez nos lugares de Mikael e Everaldo, respectivamente. Depois, vendo que a produção ofensiva poderia aumentar, promoveu Paulinho Moccelin na vaga de Thiago Lopes, mantendo o 4-2-3-1 ao atacar.

A consolidação da defesa seguiu durante todo o segundo tempo, ainda que os americanos tivessem evoluído, porém esbarrando em uma forte linha de 5 dos rubro-negros. Quando o empate já parecia de bom tamanho, apesar de insuficiente na luta contra a degola, um contra-golpe fatal mudou o humor dos pernambucanos: Gustavo arrancou pelo meio e abriu na esquerda para Moccelin, que dominou driblando Bauermann e chutou colocado, marcando um golaço e garantindo os três pontos.

Compactação defensiva do Leão segurou bem ímpetos do Coelho (Imagem: SporTV/Premiere)

Créditos da foto principal: Anderson Stevens/Sport

Um comentário em “Respirando novos ares: análise América-MG 0 x 1 Sport

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: