Caminho das cobras: as contas do Santa Cruz para evitar o rebaixamento à Série D

Por: Felipe Holanda

Calculadora coral. A matemática já se tornou comum no dia a dia do Santa Cruz de Roberto Fernandes, que corre contra o tempo para evitar o rebaixamento na Série C do Campeonato Brasileiro. A seis rodadas do término da primeira fase, precisa de pelo menos 14 pontos nos seis jogos que lhe restam para evitar a degola.

O Pernambutático lista as probabilidades do Mais Querido permanecer na Terceirona, com números de sites especializados, um recorte das últimas atuações, e o que pode ser feito para afastar o fantasma do rebaixamento no Grupo A.

Apoie o Pernambutático e receba conteúdos exclusivos na tela do seu celular. Seja membro Vip clicando aqui

FAZENDO AS CONTAS

Grupo embolado. Atualmente com 88% de chances de rebaixamento e 0,1% de classificação, o Santa Cruz ainda depende apenas de si, mas precisa de uma arrancada daquelas. A seis rodadas do fim, o Tricolor está a 14 pontos dos 21, número que garantiria a permanência, restando 18 possíveis. Ou seja, teria que vencer cinco jogos.

Chances de cada um no Grupo A da Série C (Reprodução: Chance de Gol)

Caso consiga quatro vitórias e dois empates, os comandados de Roberto Fernandes também teriam motivos para comemorar. Para isso, não podem mais pensar em derrota, a começar pelo duelo com o Jacuipense, na segunda-feira (23), em Salvador, pela 13ª rodada.

LIGEIRO CRESCIMENTO

Vindo de quatro pontos nos dois últimos jogos – mais da metade dos sete que tem –, o alento pode ser o crescimento da equipe num recorte recente. Desde a chegada de Bruno Moraes, que rapidamente assumiu a titularidade, o Tricolor demonstra mais produtividade no terço final do campo, tendo também Pipico para finalizar a jogada.

A principal aposta é o 3-4-3, já que Roberto Fernandes praticamente definiu o esquema com três zagueiros. Um dos empecilhos vem sendo a ansiedade na hora do último passe, como aconteceu no empate sem gols diante do Ferroviário.

Postura do Santa nos últimos jogos, com três zagueiros (Imagem: DAZN)

O CAMINHO DAS COBRAS

Nos seis jogos que lhe resta, além da Jacuipense, o Santa Cruz terá confrontos diretos no Grupo A, sendo três jogos dentro e três longe do Arruda, palco, no entanto, onde os corais ainda não sabem o que é vencer na competição.

A boa coincidência é que no jogo de ida contra a Jacupa, que marcou a estreia de Roberto, o time teve boa atuação e por pouco não saiu com a vitória – duelo terminou empatado em 2 x 2, no Arruda. Teve mais organização na defesa, flertando entre o 4-3-3 e o 4-4-2.

Cobra ficou no empate na estreia de Roberto (Imagem: DAZN)

A rota de salvação terá, pela ordem, Jacuipense (F), Volta Redonda (C), Paysandu (F), Altos (C), Tombense (F) e Botafogo (C). Tudo isso em pouco mais de um mês, já que a última rodada está marcada para 25 de setembro.

Créditos da foto principal: Rafael Melo/Santa Cruz

Um comentário em “Caminho das cobras: as contas do Santa Cruz para evitar o rebaixamento à Série D

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: