Santa Cruz na Série C: como joga taticamente o Volta Redonda

Por: Felipe Holanda e Mateus Schuler

Para voltar a sonhar. Com a corda no pescoço, o Santa Cruz faz confronto decisivo diante do Volta Redonda precisando da vitória para evitar rebaixamento antecipado à Série D – em caso de derrota, pode encaminhar a queda. Jogo acontece nesta segunda-feira (30) às 20h, no Arruda, pelo encerramento da 14ª rodada do Grupo A.

Separamos tudo sobre o próximo adversário coral: principais posicionamentos táticos, estilo de jogo, números, informações exclusivas de um setorista, jogadores para ficar de olho, e muito mais do Voltaço.

Apoie o Pernambutático e receba conteúdos exclusivos na tela do seu celular. Seja membro Vip clicando aqui

O TIME

Para o embate com a Cobra Coral, o técnico Neto Colucci volta de suspensão, assim como o zagueiro Eduardo Grasson, expulsos contra o Botafogo-PB. Além deles, o meio-campista Naninho, também ausente na última rodada, deve figurar entre os titulares sendo o principal encarregado da criação de jogadas.

Aurinegros devem ter praticamente força máxima para o jogo (Feito no Tactical Pad)

COMO ATACA

Objetivos definidos. Com 15 gols marcados e dono do quarto melhor ataque do Grupo A, o Volta Redonda geralmente busca bolas longas, tendo o apoio constante dos laterais e extremos na progressão de posse, geralmente formando um 4-3-3. Assim, consegue povoar bem o campo adversário, que faz a marcação ficar confusa.

Lateral Luiz Paulo e Pedrinho – em destaque – costumam fazer revezamento na esquerda (Imagem: DAZN)

Buscando melhor movimentação no terço final, a tendência é Neto Colucci fazer seu time contar com a presença dos volantes na criação das jogadas. O mais utilizado neste cenário é Bruno Barra, que é dotado de um bom passe e recua para fazer uma saída 3+1 junto aos zagueiros, iniciando a transição ofensiva aurinegra.

Saída do Voltaço no campo e defesa (Imagem: DAZN)

“O Voltaço mostra qualidade na bola aérea, principalmente com os dois zagueiros. Além de ter uma transição muito rápida que, se feita do meio para os lados usando os extremos, pode pegar a defesa adversária desguarnecida. São jogadores de muita objetividade e bom poder de finalização”

Nathan Alves, repórter no ge.globo

COMO DEFENDE

Assim como o ataque, a defesa do Volta Redonda vem apresentando certa regularidade, pois é a quarta menos vazada da chave e a quinta de toda a competição com 11 gols sofridos. Muito dessa solidez se deve à postura que o o setor apresenta, pois as linhas são muito próximas, tendo a compactação em destaque.

Compactação defesa dos aurinegros (Imagem: DAZN)

“O goleiro Vinícius tem sido um pilar importante ao setor. Durante toda a Série C, fez boas defesas e isso o assegurou como titular, além de ajudar a equipe a ter boa campanha. Luiz Paulo, porém, acaba cedendo espaços pela esquerda por apoiar muito ofensivamente”

Nathan Alves, repórter no ge.globo

O desenho mais frequente dos aurinegros é o 4-4-2, de blocos médio/baixos e que fecha bem os espaços para qualquer infiltração entrelinhas. Assim, os adversários veem a porteira fechada tanto pelos lados, como no meio, já que os volantes e os extremos fazem uma transição veloz; outra alternativa é subir a marcação para apertar a saída rival.

Voltaço pressionando a posse do Paysandu no campo de ataque (Imagem: DAZN)

PARA FICAR DE OLHO

Vinícius (GOL) – Revelado no próprio clube, o goleiro demorou a ganhar espaço. Assumiu como titular após a saída de Andrey e, desde então, tem sido peça importante ao sistema defensivo aurinegro, seja fazendo boas defesas ou com bom tempo de bola para intervir também pelo alto.

MV (PD) – Apesar de jovem, é um dos principais nomes do setor ofensivo da equipe. Mesmo não sendo prata da casa, tem se destacado desde o Carioca, o que chamou atenção e o fez renovar até 2022. Artilheiro do time na Terceirona, com quatro gols, mescla velocidade e bom poder de finalização para formar sua arma.

Olávio (ATA) – Um dos principais artilheiros da atual temporada no país, com 24 gols marcados, só perde para Gabigol (35) e Ciel (32). Contratado pelo bom desempenho no Atlético-CE, o meia que vem atuando como centroavante já mostrou para que veio no Voltaço; em duas partidas, balançou a rede em ambas.

Créditos da foto principal: André Moreira/Volta Redonda

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: