Ninguém para o Pássaro: análise Íbis 2 x 1 Atlético-PE

Por: Guilherme Batista

A pergunta que não quer calar: quem para o Pássaro Preto na Série A-2? Deslanchando na liderança, o Íbis venceu mais uma ao bater o Atlético por 2 x 1 neste sábado (11), no Ademir Cunha, em Paulista, mantendo os 100% de aproveitamento e instaurando de vez a “crise”. Agora, é simplesmente o líder, voando alto rumo à elite do estadual.

Postado no 4-2-2-2, o Íbis praticamente repetiu a escalação da estreia, quando venceu a Cabense por 3 a 0. A única mudança no time titular foi a entrada de Marcos Aurélio no lugar de Thyego na lateral direita. Já o Tatu-Bola foi a campo postado num 4-4-2.

Disposição tática inicial das equipes no confronto (Feito no Tactical Pad)

Apoie o Pernambutático e receba conteúdos exclusivos do seu time de coração

COMO FOI

O Íbis iniciou a partida com mais posse e tentando ditar o ritmo do jogo, mas os espaços na defensiva do Tatu-Bola eram praticamente nulos. Por sua vez, quando recuperava a posse, o Atlético buscou qualificar sua saída de bola, puxando Wamberson ou Jairo para funcionar como terceiro zagueiro, enquanto liberava seus alas para atacar em velocidade.

A primeira boa chegada veio através da bola parada. Diego cobrou escanteio e Wildison cabeceou e por muito pouco não abriu o placar para o Pássaro Preto. Apesar da postura mais reativa, o Tatu foi mais efetivo. Weverton cruzou na medida e Pablo se posicionou nas costas da zaga para abrir o placar para a equipe visitante.

No entanto, a resposta do Íbis não tardou. Pouco mais de dois minutos depois de ter levado o gol, o Pássaro Preto empatou a partida com Celestino, que aproveitou a bola pingando na área do Atlético e encheu o pé. Após o empate o Íbis até tentou encurralar o Tatu, mas a posse de bola improdutiva do rubro-negro facilitou a vida do sistema defensivo visitante.

Time de Carpina segurou ímpetos do Pássaro no 4-4-1-1 (Imagem: TV FPF)

Na segunda etapa, o cenário da partida pouco mudou. Com mais posse, o Íbis tentava ditar o ritmo do jogo, enquanto o Atlético apostava nas saídas em velocidade. E foi assim que a equipe visitante assustou. Douglas fez boa jogada pelo lado esquerdo do ataque e cruzou para José cabecear pra fora.

Pouco a pouco o Íbis foi transformando a superioridade na posse de bola em superioridade em campo. Assim a equipe foi crescendo e quase virou a partida com Kelvin, que aproveitou o cruzamento de Diego e obrigou João a fazer bela defesa. Pouco tempo depois, Matheus fez bela jogada individual e a bola se ofereceu para Kelvenny bater sem chances para João e virar a partida para o Pássaro Preto.

Em desvantagem no placar, o Atlético tentou se lançar do jeito que dava, contudo faltou fôlego para a equipe visitante. O Pássaro, por sua vez, encontrou espaços para contra-atacar e por muito pouco não liquidou a fatura com Elmir, que saiu cara a cara com João e desperdiçou a chance do terceiro gol, que pouco fez falta ao apito final.

Rubro-negros atacaram no 4-2-3-1 e foram mais efetivos (Imagem: TV FPF)

Créditos da foto principal: Caio Falcão/Especial para o Íbis SC

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: