Descalibrado: análise Sport 0 x 0 Santos

Por: Mateus Schuler

Sem pontaria. Mesmo gastando mais munições, o Sport não acertou o alvo e empatou sem gols com o Santos neste domingo (17) em duelo direto contra o Z-4. Leão voltou a vacilar e perdeu nova oportunidade de deixar a zona de rebaixamento da Série A do Campeonato Brasileiro, em confronto válido pela 27ª rodada.

Para o confronto diante dos alvinegros, o técnico Gustavo Florentín manteve o 4-2-3-1 que já vem usando, porém promoveu duas mudanças em relação à derrota para o Cuiabá. O zagueiro Rafael Thyere voltou após se recuperar da lesão na coxa direita e o lateral-esquerdo Luciano Juba foi acionado no lugar de Hernanes, fazendo função mais adiantada por opção do treinador.

Rubro-negros tiveram manutenção do sistema tático mesmo modificados (Feito no Tactical Pad)

COMO FOI

Por ambos precisarem da vitória a todo custo, o duelo teve o início bastante equilibrado, porém com o Sport sendo mais presente ao campo ofensivo. No entanto, faltou criatividade ao Leão, apesar de postado no 4-3-3 ao atacar e os laterais ajudando na criação; Gustavo recuou mais que o habitual e ficou responsável pela transição, cabendo aos pontas darem amplitude.

Em uma das poucas vezes que chegou perigosamente, os rubro-negros não souberam aproveitar a oportunidade. Gustavo conduziu a bola em contra-ataque rápido, porém optou por fazer jogada individual em vez de passá-la para Marcão ou Everaldo e chutou mal na entrada da área, perdendo assim boa chance.

Mesmo mais ofensivos, leoninos não foram perigosos (Imagem: Premiere)

Pouco depois, Everaldo tentou puxar contra-golpe em velocidade, entretanto sentiu o adutor da coxa e precisou ser substituído; Leandro Barcia entrou em seu lugar. Ainda assim, a postura dos pernambucanos continuou a mesma, permanecendo sem poder criativo e não levando perigo aos santistas. Desse modo, coube aos anfitriões se fecharem na defesa, fazendo os alvinegros se atirarem ao ataque.

Postados no 4-4-2, flertando ao 4-1-4-1 constantemente, o time da Praça da Bandeira até neutralizou bem as investidas do adversário, contudo já no final da primeira etapa saiu o melhor momento. Em passe vindo da direita para a esquerda, Lucas Braga dominou e soltou o pé na trave, assustando Maílson; o sistema defensivo cortou em seguida.

Duas linhas de 4 foram a tônica da marcação no primeiro tempo (Imagem: Premiere)

O segundo tempo voltou a mil por hora. Apesar de não realizar substituições, o Sport entrou mais disposto a atacar e teve as melhores chances, inclusive foi quem levou perigo inicialmente nos 45 minutos finais. Luciano Juba bateu escanteio na primeira trave e Zé Welison surgiu cabeceou de costas, vendo a bola raspar o travessão.

O Leão seguiu intenso no ataque e foi obrigando o Santos a jogar na defesa, o que gerou novas oportunidades. Juba cobrou falta lateral e Jandrei tirou de soco, afastando antes de algum jogador rubro-negro completar. Logo depois o susto veio dos pés de Marcão, quando Ewerthon cruzou na pequena área e o volante emendou um voleio, mas o goleiro santista tirou com a ponta dos dedos.

Linhas ofensivas se aproximaram para ajudar na criação (Imagem: Premiere)

Com o 4-2-3-1 cada vez mais evidente e a necessidade de permanecer indo à zona ofensiva, Florentín promoveu a entrada de Paulinho Moccelin na vaga de Luciano Juba. Ainda assim, a ligação direta surgiu como alternativa para a equipe pernambucana se infiltrar na marcação alvinegra, pois Sander deu lançamento do próprio campo e Mikael saiu de frente ao arqueiro, porém se enrolou ao não finalizar rápido e parou em boa intervenção.

Postados na mesma configuração quando não tinham a posse, os leoninos se fecharam bem e, povoando o meio, neutralizaram as raras investidas dos paulistas. Tréllez ainda entrou no lugar de Gustavo, buscando formar o 4-2-4 no setor ofensivo; na última oportunidade de tirar o zero do placar, Moccelin roubou de Camacho na meia-lua e bateu colocado, entretanto sobre a meta dos praianos.

Boa compactação leonina segurou ímpetos dos visitantes (Imagem: Premiere)

Créditos da foto principal: Anderson Stevens/Sport

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: