A dois passos do paraíso: análise América 0x1 Íbis

Por: Guilherme Batista

Tão perto do céu. O Íbis bateu o América por 1 x 0 neste sábado (30), no estádio Ademir Cunha, pela primeira rodada do quadrangular final da Série A-2 do Campeonato Pernambucano. Ainda com mais duas partidas para disputar, o Pássaro Preto depende apenas de si para conseguir o tão sonhado acesso para a elite do futebol estadual.

As duas equipes mantiveram-se fiéis aos respectivos esquemas. Enquanto o Periquito veio montado no 4-4-2, formando um losango no meio e com dois atacantes espetados, o Pássaro Preto deu continuidade ao seu 4-2-2-2, mas com uma surpresa: Elmir roubou a vaga de Kelvenny para essa partida entre os 11.

Formações iniciais dos dois times (Feito no Tactical Pad)

COMO FOI

Se compactando num 4-1-3-2, o América começou a partida esperando os movimentos do Íbis para tentar investidas em velocidade. E foi assim que o Mequinha quase abriu o placar após boa jogada individual de Adailson, que finalizou direto para fora após deixar dois defensores adversários para trás.

Com mais posse, mas sem criatividade, o Íbis tardou a conseguir chegada efetiva, porém assustou quando conseguiu. Elmir recebeu cruzamento pela direita de Matheusinho e subiu livre na área para cabecear, contudo parou em boa defesa de Danilo. Logo depois, o camisa 18 teve outra oportunidade quando Kelven desviou a bola de cabeça e ela se ofereceu para Elmir, que novamente obrigou o arqueiro americano a trabalhar.

Ainda assim, os primeiros 45 minutos tiveram muitas perdas de posse, tendo os sistemas defensivos prevalecendo. Na última e melhor chance gerada na primeira etapa, Neto Bala tabelou com David e o camisa 10 esmeraldino saiu sozinho dentro da área rubro-negra, entretanto furou e desperdiçou grande lance.

Compactado no 4-1-3-2, o América impôs dificuldade ao Íbis na primeira etapa (Imagem: TV FPF)

No retorno dos vestiários para a etapa final, os dois treinadores mexeram nas equipes, buscando destravar mais o jogo. E assim aconteceu. Kelvenny, que entrou em campo no intervalo, viu boa chegada de João Guilherme e tocou para o camisa 10 rubro-negro chegar finalizando, mas por pouco a bola não entrou.

Com bastante movimentação na fase ofensiva, o Íbis variou entre um 4-3-3 e um 4-2-4 na busca pelo primeiro gol. E a busca acabou com recompensa. João Guilherme aproveitou vacilo do sistema defensivo esmeraldino e cruzou na medida para Kelven soltar uma pancada e, assim, abrir o placar em favor do Pássaro Preto.

Em desvantagem, Sérgio China não teve outra opção que não fosse ir para cima em busca do empate. Em uma das raríssimas chances que o América teve, Adailson saiu cara a cara com Peixe e tentou encobrir o arqueiro, porém pegou muito embaixo da bola. Daí em diante coube ao Pássaro administrar a vantagem até o apito final e garantir três pontos importantíssimos na briga pelo acesso.

Mais móvel com a entrada de Kelvenny, o ataque do Pássaro Preto criou espaços para garantir a vitória. (Imagem: TV FPF)

Créditos da foto principal: Nilsinho Filho/Íbis

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: