Náutico na Série B: como joga taticamente o Confiança

Por: Ivan Mota e Mateus Schuler

Confiar ou não confiar, eis a questão. A sete pontos do G-4, o Náutico encara o Confiança para contrariar a matemática e seguir com chances de acesso na Série B do Campeonato Brasileiro. Duelo acontece nesta terça-feira (9) às 19h, no Estádio Batistão, em Aracaju, pela 35ª rodada.

Separamos tudo sobre o próximo adversário alvirrubro: principais posicionamentos táticos, estilo de jogo, números, informações exclusivas de um setorista, jogadores para ficar de olho, e muito mais do Dragão.

O TIME

O treinador Luizinho Lopes não deve fazer grandes alterações no 11 inicial. Apesar de contar com o retorno de algumas peças importantes que cumpriam suspensão, como Jonathan Bocão e Neto Berola, o time deve ser o mesmo que venceu o Brusque na última rodada. A única possível mudança seria a entrada de Bocão na lateral direita, atualmente ocupada por Gedeílson.

Provável escalação do azulino (Feito no Tactical Pad)

COMO ATACA

Décimo segundo melhor ataque da competição, empatado com o Sampaio Corrêa, os sergipanos seguem lutando bravamente pela permanência. O início não foi dos melhores, mas o recorte dos cinco últimos jogos, com três vitórias, mostra que o futebol do time está em uma crescente. Em fase ofensiva, a tendência é explorar um 4-2-3-1 tradicional, com pontas de velocidade e um camisa 10 jogando atrás do centroavante, um velho conhecido do torcedor pernambucano, Hernane Brocador.

Confiança postado no 4-2-3-1 partindo para o ataque (Imagem: Brasileirão Play)

Outra possibilidade é contar com o avanço de um dos laterais. No caso abaixo, João Paulo apareceu para dar apoio ao ponta Ítalo Melo, que formava o trio ofensivo com Willians e Hernane. A saída de jogo ficou por conta do meia Álvaro, que se infiltrou na linha de volantes para armar a jogada no campo de defesa.

Investida azulina no ataque (Imagem: Brasileirão Play)

“Uma das principais armas ofensivas da equipe azulina são as jogadas de bola parada que saem dos pés do lateral-esquerdo João Paulo. Ele já fez três gols de falta na competição e também distribuiu três assistências. O Confiança joga melhor quando não precisa propor o jogo. A postura reativa foi a solução para melhorar os números na defesa e também no ataque”

Wesley Júnior, da Rádio Aperipê

COMO DEFENDE

Segunda pior defesa da Série B, o time Proletário só tem números melhores que o Brusque. Ao todo foram 47 gols sofridos nas 34 rodadas disputadas. Em casos onde precisa segurar o resultado, a equipe pode adotar uma postura extremamente compacta, adotando um 5-4-1, deixando apenas o centroavante fora do trabalho defensivo e atuando com três zagueiros na linha de cinco.

Dragão se fechando no 5-4-1 (Imagem: Brasileirão Play)

Em outros casos o time pode se fechar de outra maneira, numa espécie de 4-5-1, também deixando o homem mais avançado livre. Neste cenário, os dois pontas voltam bastante, quase chegando na linha de defesa. O restante dos homens de meio campo também retornam para fechar os espaços, dificultando as ações ofensivas do adversário.

Time de Aracaju se defendendo num 4-5-1 (Imagem: Brasileirão Play)

“Após a chegada de Luizinho Lopes, os números (defensivos) melhoraram um pouco. Em 13 partidas, a defesa foi vazada por 13 vezes na Série B, uma por jogo. A contratação do experiente zagueiro Adalberto também contribuiu para esta evolução defensiva. Quando assumiu a titularidade, ele não largou mais. Já são 11 partidas no time inicial”

Wesley Júnior, da Rádio Aperipê

PARA FICAR DE OLHO

João Paulo (LE) – Homem das bolas paradas. Um dos principais nomes da equipe na temporada, João Paulo é o jogador que mais fez gols de falta em toda a Série B. Ao todo, foram três. O lateral-esquerdo também é o líder no quesito assistências entre os jogadores do Confiança, com três realizadas até o momento.

Neto Berola (ATA) – Artilheiro. Principal goleador do time, tendo seis tentos, o experiente atacante retorna de suspensão e deve começar o jogo no banco de reservas, mas é uma arma importante que deve ser acionada durante a partida. Podendo atuar nos dois lados do ataque ou pelo meio, o baixinho tem na velocidade seu ponto forte.

Hernane (ATA) – Velho conhecido. A principal contratação do time na temporada, o centroavante de 35 anos chegou com grande expectativa, mas só conseguiu balançar as redes na rodada anterior contra o Brusque. Ele marcou dois gols na importante vitória por 3 x 2 e desencantou após 11 jogos sem marcar. Mais confiante, ele pode retomar sua fase artilheira, que o rendeu o apelido de “Brocador”.

Créditos da foto principal: Lucas Almeida/ADC

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: