Recomeço: o que esperar taticamente de Walter no Santa Cruz

Por: Felipe Holanda

De volta às origens. Com passagem pela base do Santa Cruz, Walter retorna ao Arruda para ser o novo homem gol após saída de Pipico e solucionar os problemas ofensivos da Cobra Coral em 2022. Seu último clube foi o Botafogo-SP, onde teve passagem pouco produtiva, marcando apenas três gols. Antes, viveu o auge da carreira, defendendo Internacional, Goiás e Athletico, entre outros.

Nesta análise, o Pernambutático destrincha o que esperar do novo contratado, com principais características táticas, números, mapas de calor, um Raio-X da carreira, e como Walter pode se encaixar no esquema de Leston Júnior.

PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS

Recifense de nascença, por ironia do destino, Walter nunca atuou por nenhum time pernambucano, sendo revelado pelo Internacional, em 2009. Desde cedo, mostrou qualidade apurada nas finalizações e bom senso de posicionamento, sendo decisivo na hora de definir as jogadas. Um típico camisa 9, da cabeça aos pés.

Num recorte recente, Walter marcou três vezes nos 16 jogos que disputou pelo Botafogo-SP, seu último clube, todos dentro da grande área, mostrando o faro de artilheiro que lhe consagrou no início de carreira. Não costumava perder muitas chances, raramente buscando a bola de trás e sempre à espera do último passe para balançar as redes.

Veja a análise, em vídeo, dos gols de Walter pelo Botafogo-SP

No Santa Cruz, a tendência é que Leston Júnior utilize o 4-2-3-1 como tática base, tendo Walter fixo na referência. Neste cenário, os pontas, Esquerdinha e Mateus Anderson, dariam amplitude para quebrar as linhas de defesa do adversário, enquanto João Cardoso ficaria municiando o camisa 9. Recém chegados, zagueiro Eduardo Grasson e volante Rodrigo Yuri também são opções na zaga e cabeça de área, respectivamente.

Possível formação com Walter no ataque (Feito no Tactical Pad)

Curtindo o conteúdo? Apoie o Pernambutático clicando aqui

Outra alternativa, um pouco mais audaciosa, é explorar um 4-3-3 de intensidade no terço final, mantendo Walter por dentro, agora com as chegadas dos laterais, Marcos Martins, pela direita, e Eduardo, pela esquerda. Assim, um dos meias, possivelmente João Cardoso, recua para formar uma trinca no círculo central.

4-3-3 coral com Walter (Feito no Tactical Pad)

PASSAGEM PELO ATHLETICO

Walter chegou ao Athletico em 2015, após disputar o Carioca pelo Fluminense. No Brasileirão, foi o artilheiro do Furacão, com nove gols em 32 jogos, 27 como titular). Também figurou como o segundo jogador que mais deu assistências, acumulando quatro, atrás apenas de Nikão, autor de sete. O time terminou a competição em 10º lugar.

Naquele ano, mostrou suas qualidades de posicionamento no ataque, seja no 4-2-4 ou 4-2-3-1, por vezes fixando na referência, e em outras recuando para as chegadas dos companheiros, sempre com o apoio constante de um dos laterais. Também marcou um gol em quatro jogos na Copa Sul-Americana – o Athletico foi eliminado nas quartas de final pelo Sportivo Luqueño, do Paraguai. Já pela Copa do Brasil, disputou duas partidas e foi às redes uma vez, caindo na segunda fase, para o Tupi-MG.

Walter no 4-2-3-1 do Furacão (Imagem: TNT Sports)

Em 2016, Walter conquistou o título Paranaense, sob o comando do técnico Paulo Autuori. Até o jogo de volta da final, no Couto Pereira, ele não tinha participado de nenhum gol da equipe nas sete partidas que disputou. Na grande decisão, o Athletico venceu o Coritiba por 2 x 0 com um gol dele e uma assistência. Formando um 4-3-3, o atacante desfilou seu talento para servir os companheiros, não se limitando às finalizações.

Walter com a bola em postura ofensiva (Imagem: SporTV/Premiere)

Além disso, o Furacão foi vice-campeão da Primeira Liga, também em 2016, perdendo para o Fluminense na final. Na Copa do Brasil do mesmo ano, o Athletico caiu nas oitavas, diante do Grêmio, na decisão por pênaltis. Walter atuou em quatro jogos, sendo três como titular, e marcou um gol.

No Brasileirão, o clube fez boa campanha, terminou em 6º lugar e, com isso, garantiu vaga na Libertadores. No entanto, Walter teve participação secundária na competição. Deixou o clube logo após o primeiro turno — só foi titular em 12 das 38 rodadas — e entrou como substituto em sete. Marcou três gols e deu duas assistências.

Em setembro de 2016, Walter retornou ao Goiás e disputou a Série B. Fez três gols e deu cinco assistências em dez jogos. No ano seguinte, passou por Goiás e Atlético-GO, com 31 jogos e cinco tentos. Em 2018, defendeu Paysandu e CSA, somando 27 jogos e cinco bolas nas redes. Sua última partida foi em novembro de 2018. Desde então, começou a cumprir suspensão por doping.

CURRÍCULO

Walter surgiu no São José-SP e chegou ainda com idade de juniores no Internacional. Em 2009, foi artilheiro da seleção brasileira de juniores, com cinco gols em nove jogos, na campanha do título do Sul-Americano Sub-20. Em 2010, conseguiu se destacar no clube gaúcho, com oito gols em 29 jogos , somando Libertadores, Brasileirão e Gaúchão, sendo vendido ao Porto, de Portugal, por seis milhões de euros.

Walter no clube português (MIGUEL RIOPA/AFP/Getty Images)

Teve bom desempenho no Dragão, com 16 tentos e seis assistências em 33 partidas, sendo apenas 14 como titular. Mesmo assim, acabou não jogando mais pelo Porto e foi emprestado para oito equipes nos anos seguintes: Cruzeiro 2012, Goiás 2012/13, Fluminense 2014/15, Athletico 2015/16, Goiás 2016/17, Atlético-GO 2017, Paysandu 2018 e CSA 2018.

Em números, a melhor fase da carreira foi em 2012 e 2013, com 34 gols em 68 jogos pelo Goiás. Com uma técnica apurada, Walter sempre teve problemas de extracampo por conta do peso. Atualmente, busca chegar aos 95kg, algo próximo de seu peso ideal.

Créditos da foto principal: João Victor Menezes/Agência Botafogo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: