Com a cabeça no lugar: análise Sport 4 x 0 Confiança

Por: Mateus Schuler

Ataque aéreo. Marcando quatro gols de cabeça, o Sport venceu o Confiança por 4 x 0 neste domingo (2), no Estádio Manuel Francisco Ferreira, e largou com o pé direito no Grupo 3 da Copa São Paulo de Futebol Júnior; Marcelo fez os primeiros dois tentos, enquanto Welberty e Ajul fizeram um cada.

A equipe leonina entrou em campo no 4-3-3 já padrão durante o Estadual Sub-20, fazendo variações entre o 4-2-3-1 e o próprio sistema no ataque. A postura sem a bola, contudo, alternou de 4-4-2 e 4-1-3-2, tendo presenças do zagueiro Marcelo Ajul e atacante Paulinho – que figuraram no profissional em 2021 – como titulares.

Leão foi acionado com trinca no meio e no ataque (Feito no Tactical Pad)

Curtindo o conteúdo? Apoie o Pernambutático clicando aqui

COMO FOI

De maneira segura, o Sport iniciou a partida muito intenso no ataque e criou as melhores oportunidades para abrir o placar. Na primeira, Paulinho cobrou escanteio fechado na primeira trave e David cabeceou para defesa de João; depois, o camisa 11 levantou novamente na área em bom lance pela direita e serviu Leoni, que dominou e chutou parando no goleiro.

Depois de tanto pressionar o Dragão, o resultado veio em favor do Leão. Em jogada ensaiada num escanteio, Paulinho tabelou com Leoni e mandou na cabeça de Marcelo, que subiu livre para testar no fundo da rede. Postados no 4-1-3-2 ao se fecharem, os leoninos seguraram o Azulão; a única chance de perigo foi quando Renato bateu de fora da área rente à trave direita.

Pernambucanos neutralizaram bem as ações dos sergipanos (Imagem: Eleven Sports)

O resultado positivo deu mais tranquilidade no ataque aos rubro-negros que, no 4-3-3, permaneceram perigosos. Trabalhando a bola no meio-campo e o trio ofensivo invadindo a área azulina, ampliaram a vantagem antes mesmo do intervalo: Paulinho recebeu pela esquerda e cruzou novamente na cabeça de Marcelo.

Na etapa final, Sued Lima manteve o time que estava no apito inicial e ainda assim voltou a balançar as redes. A bola aérea voltou a ser arma ofensiva e o clube da Praça da Bandeira praticamente encaminhou a vitória no começo: Paulinho cobrou escanteio bem aberto pela esquerda e Welberty cabeceou mandando no chão, tirando do alcance do goleiro João.

Aproximação entre meio e ataque deu intensidade aos leoninos (Imagem: Eleven Sports)

O terceiro gol ocasionou nas entradas de Baraka, Francisco, Charles Eduardo e Fábio, que foram acionados nas vagas de Diego, David, Paulinho e Marcelo. O confronto, entretanto, teve queda de ritmo e o Proletário não conseguiu dar sustos à defesa dos pernambucanos, que se fecharam em duas linhas de 4 para neutralizar as investidas.

Do meio para o fim, Porto e Afonso entraram nos lugares de Welberty e Leoni, porém a intensidade voltou a aparecer e o resultado foi concluído com êxito. Após jogada ensaiada no escanteio, Charles Francisco levantou na pequena área e Ajul explorou o espaço cedido, subindo bem para cabecear e fazendo o quarto tento, fechando o placar.

Boa postura defensiva fez os rubro-negros não serem vazados (Imagem: Eleven Sports)

Créditos da foto principal: Igor Cysneiros/Sport

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: