Em segurança: análise Taguatinga 1 x 2 Sport

Por: Mateus Schuler

Seguro. O Leão até passou por dificuldades, mas foi soberano e venceu o Taguatinga nesta quarta-feira (5), no Manuel Francisco Ferreira – em Bálsamo – por 2×1. Os gols do Sport, que garantiram vaga antecipada no jogo pela 2ª rodada do Grupo 3 da Copa São Paulo de Futebol Júnior, foram de Paulinho e Francisco, um em cada tempo.

Para o jogo, o lateral-esquerdo Diego Ferreira foi poupado para a entrada de Baraka, já Nasson foi deslocado à função. No meio-campo, Ronald não atuou por dores no joelho, e Fábio entrou em seu lugar, porém o técnico Sued Lima optou pela manutenção do 4-2-3-1 utilizado na partida de estreia no torneio.

Leoninos entraram em campo com duas alterações da primeira partida (Feito no Tactical Pad)

COMO FOI

A partida começou bastante truncada, já que somente a vitória interessava a ambos. O Taguatinga, tentando ao menos pontuar, teve mais a bola ainda no início, mas foi o Sport que tirou melhor proveito da posse. Em jogada pela esquerda, Nasson recebeu livre e cruzou na medida para Paulinho – garçom na estreia – completar com desvio.

Incisivo no ataque, o Leão formou um 4-3-3 quando estava no setor ofensivo e buscou ampliar a vantagem para ficar mais tranquilo. Apesar de controlar o ritmo do jogo, não conseguiu ser efetivo na pontaria, mesmo quando Fábio fez um lance individual, puxou para a perna direita e finalizou; o goleiro Lucas Diniz defendeu sem sustos.

Curtindo o conteúdo? Apoie o Pernambutático clicando aqui

Defensivamente, contudo, os rubro-negros mostraram fragilidade e sofreram o empate. Em um cruzamento despretensioso, a marcação cochilou e deixou Joãozinho aparecer com liberdade pela direita, tocando na saída de Adriano. A igualdade fez os candangos crescerem, contudo sem efetividade, o que fez os leoninos quase fazerem o segundo: depois de levantamento na pequena área, Leoni fez o pivô para Cícero, que teve chute forte parando no camisa 1 da Águia.

Sport buscou fazer jogo apoiado ao atacar (Imagem: Eleven Sports)

Para a etapa final, Sued Lima voltou com duas alterações: Marcelo e Cícero saíram, tendo Charles e Diego nas respectivas vagas. O time passou a ir ao ataque na mesma intensidade do início do confronto, mas não demonstrou poder criativo e pouco levou perigo em direção à meta adversária durante o começo do segundo tempo.

Se defendendo com duas linhas de 4, a equipe pernambucana tentou achar espaços na marcação dos azulinos, porém não obteve sucesso. Assim, novas mexidas foram realizadas: Caíque e Afonso entraram nas vagas de Nasson e David, dando mais ofensividade; para poder equilibrar a postura, Francisco e Luiz Guilherme substituíram Leoni e Fábio.

Após muito aparecer ao setor ofensivo e não conseguir criar, a bola parada surgiu como a solução aos rubro-negros. Paulinho, em mais uma atuação de destaque, bateu falta com força e o goleiro não segurou; na sobra, Francisco – no primeiro toque – aproveitou e só tocou para o fundo do gol, que estava aberto. Coube ao Leão valorizar o resultado parcial e comemorar a vaga de maneira antecipada.

Pernambucanos seguraram investidas do Taguatinga (Imagem: Eleven Sports)

Créditos da foto principal: Igor Cysneiros/Sport

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: