Mudança de CEP: o que esperar de Jefferson no Santa Cruz

Por: Ivan Mota

Reposição imediata. Após escrever seu nome na história dos Aflitos, Jefferson chega ao Arruda para ser o novo camisa 1 do Santa Cruz e preencher o posto com a saída de Jordan. Arqueiro vem graças a um acordo entre o Timbu e a Cobra Coral, que dividirão o salário – Mais Querido arca com a maior parte.

Nesta análise, o Pernambutático destrincha o que esperar do novo contratado tricolor, com principais características, números, um raio-X da carreira, e como ele pode se encaixar no elenco para a nova temporada.

O QUE ESPERAR DE JEFFERSON NO ARRUDA

Já conhecido no cenário pernambucano por passagem exitosa no Náutico, Jefferson chega como provável titular de Leston Júnior. Por outro lado, terá a dura missão de substituir Jordan, um dos poucos destaques dos corais em 2021, que acertou sua ida para o Brusque; Kléver e Geaze também são opções à meta coral.

Possível time com Jefferson e demais reforços (Feito no Tactical Pad)

O arqueiro tem como boa característica a saída de bola, seja com passes ou lançamentos curtos. Pode iniciar as jogadas numa espécie de linha formada por três zagueiros, geralmente acionando os laterais, que podem ter maior liberdade para iniciar uma possível ação ofensiva e desafogar a pressão no miolo de zaga.

Jefferson preparando um lançamento para o lateral (Imagem: SporTV/Premiere)

Outras possibilidades são os passes ou lançamentos longos. Quando atuava pelo Timbu, também era uma das peças da transição rápida entre a defesa e o ataque, acertando bons chutes que encontravam seus companheiros, já no campo ofensivo, para o prosseguimento das jogadas.

Saídas e passes longos de Jefferson

DEBAIXO DAS TRAVES

Com 1,91m de altura, Jefferson se destaca por sua elasticidade. Em seus melhores momentos, principalmente no ano de 2019, quando participou da campanha do acesso à Série B pelo Náutico, realizou boas defesas neste quesito. Por conta de sua altura, também consegue se destacar nas saídas pelo alto em jogadas aéreas adversárias.

Defesas difíceis do novo arqueiro coral

Também mostrou qualidade e frieza como poucos nas cobranças de pênalti defendendo o agora rival, diante do Paysandu, nos Aflitos. Característica que se assemelha a do próprio Jordan, hoje parte do passado.

Defesas de pênalti de Jefferson

QUEM É JEFFERSON?

Revelado pelo Timba ainda em 2013, ano da última participação da equipe na Série A, o goleiro disputou apenas três partidas, todas pelo Campeonato Pernambucano. Em 2014 e 2015, integrou o elenco durante a Segundona, no entanto sequer foi a campo, sendo emprestado ao CSA para 2016. Também não teve espaço, se consolidando a partir de 2017, quando participou de 25 jogos com a camisa alvirrubra.

Em 2018, acabou negociado – por empréstimo – com o Atlético-GO e integrou o plantel ao longo da Série B, atuando em 25 oportunidades. De lá, passou no Joinville antes do retorno aos pernambucanos. Os únicos títulos da sua curta carreira foram pelo Timbu, sendo dois Estaduais – o último em 2021 – e a Série C de 2019.

Arte: MVN Designers

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: