Virada à Alvirrubra: análise Inter de Limeira 1 x 2 Náutico

Por: Ivan Mota

No apagar das luzes. Em partida dramática neste sábado (8) na Copa São Paulo de Futebol Júnior, o Náutico derrotou a Inter de Limeira pelo placar de 2 x 1 em jogo válido pelo Grupo 30. Os garotos do Timbu foram buscar uma virada. Os gols foram marcados por Júlio, em cobrança de pênalti, e Rodrigo Leal, nos últimos minutos do jogo disputado na Ibrachina Arena; resultado deixou a equipe próxima da classificação à próxima fase.

Para o segundo jogo na Copinha, o técnico Adriano Souza optou por manter os mesmos jogadores que iniciaram a estreia, quando empatou por 1×1 com o Serranense. O sistema tático também foi mantido, atuando num tradicional 4-2-3-1, tendo dois pontas auxiliando o armador e apenas um centroavante; artilheiro Rodrigo Leal novamente saiu do banco.

Escalação inicial do Timbu para o duelo teve base mantida (Feito no Tactical Pad)

COMO FOI

Os primeiros momentos da partida foram dominados pelo Náutico, que teve mais posse de bola e conseguiu chegar algumas vezes com perigo próximo da área adversária, sofrendo faltas em regiões perigosas. Após os 15 minutos iniciais, a situação começou a se igualar, porém, foram poucas as chances criadas de ambos os lados.

A Inter de Limeira se aproveitou bem de espaços deixados no lado direito da defesa pernambucana para chegar perigosamente, sempre com o atacante Willian. O camisa 20 teve três oportunidades de cabeça, sendo que em duas vezes a bola parou com facilidade nas mãos do goleiro Bruno, enquanto que a última tirou tinta da trave.

Curtindo o conteúdo? Apoie o Pernambutático clicando aqui

Com o jogo bastante truncado, os alvirrubros encontraram muita dificuldade para sair jogando, o que obrigou a ter auxílio do arqueiro, avançando até ao meio de campo para ajudar a dupla de zaga e um dos volantes no primeiro passe. A linha de três inclusive favoreceu o avanço dos laterais, mas apesar de chegarem bastante no terceiro terço de campo, não conseguiram efetuar boas jogadas.

Náutico saindo para o ataque com participação do goleiro (Imagem: Eleven Sports)

A segunda etapa começou muito parecida com a primeira. Apesar da posse alvirrubra, as principais chegadas eram do clube do interior de São Paulo, já que seguiu apostando em jogadas laterais usando cruzamentos para a área e a fórmula dessa vez funcionou. Fernandes avançou livre e fez o cruzamento rasteiro para Anderson que, de primeira, mandou para o fundo das redes.

Mesmo em vantagem no placar, o Leão permaneceu criando mais chances, se aproveitando dos espaços deixados pelos contra-ataques do Timbu, que continuavam sem muita eficiência. Pressionado, o time chegou a se postar com três zagueiros em algumas situações para poder neutralizar os ataques adversários e evitar um resultado ainda pior.

Timba se defende de contra-ataque com linha de três zagueiros (Imagem: Eleven Sports)

O que parecia quase impossível aconteceu nos minutos finais. Após chute de fora da área, a bola acabou batendo na mão de um defensor paulista e, com isso, o pênalti foi assinalado. Júlio bateu com muita categoria e deixou tudo igual. Pouco tempo depois, já aos 50 minutos e praticamente no último lance da partida, Luiz Felipe acertou bom passe para Rodrigo Leal. O atacante, que entrou no segundo tempo, invadiu a área pela diagonal e bateu cruzado sem dar possibilidade de defesa, garantindo uma virada incrível.

Créditos da foto principal: Beatriz Castello Branco/Especial para o Náutico

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: