Cruzando as linhas inimigas: análise Grêmio 2 x 0 Santa Cruz

Por: Felipe Holanda

Nas trincheiras. O Santa Cruz não foi páreo para o Grêmio e perdeu por 2 x 0 nesta quarta-feira (12), no Estádio Zezinho Magalhães, em Jaú, dando adeus a Copa São Paulo de Futebol Júnior na segunda fase. Kevin e Kauan Kelvin fizeram os gols da vitória gremista, que encara o Novorizontino no próximo mata-mata.

A escalação coral manteve o que houve de melhor na primeira fase, com Eddy assumindo a titularidade após dois gols marcados. Apesar da novidade, a equipe manteve o 4-3-3 como tática-base, buscando as jogadas por dentro, tendo ainda a ausência do zagueiro Kayke, suspenso por dois amarelos.

Escalação inicial do Mais Querido em jogo que resultou na eliminação (Feito no Tactical Pad)

COMO FOI

Ao contrário dos últimos jogos, o Santa Cruz iniciou a partida bastante nervoso e ansioso, dando espaço para o Grêmio atacar. Não por acaso, a primeira chance criada saiu antes mesmo do minuto inicial, quando Rubens ficou com a sobra e chutou próximo à trave direita; em seguida, ele mesmo completou lateral na área e acertou o travessão.

Curtindo o conteúdo? Apoie o Pernambutático clicando aqui

A pressão gremista persistiu e logo o placar foi inaugurado. Após saída errada coral, Kauan Kelvin serviu Kevin, que dominou já tirando da marcação e bateu no cantinho, sem dar possibilidade de defesa.

Postada no 4-4-2 – e constantes flertes ao 4-1-4-1 – sem a bola, a Cobra Coral buscou a reação para evitar uma derrota maior, ainda que tivesse mais em seu campo. Depois de uma cobrança de lateral de Jadson na pequena área, Eddy mostrou bom posicionamento e soltou o pé ao lado da trave, dando um susto à meta do Imortal.

Sem criatividade, Cobra Coral tentou se fechar em duas linhas de 4 (Imagem: SporTV)

Pouco criativo, o Mais Querido perdeu Marcelinho, um dos nomes mais importantes do ataque, por lesão; Felipinho entrou em seu lugar. E foi justamente o camisa 11 que criou a melhor oportunidade dos pernambucanos: Thales cruzou para Felipinho, que fez o pivô para Carlos emendar – de primeira – sobre o gol adversário.

A etapa final serviu para o Santa tentar se organizar. Os minutos iniciais, porém, foram iguais aos do primeiro tempo e o duro golpe veio de imediato: Rubens recebeu de Kevin, fez jogada individual e acertou a trave; logo depois, o mesmo Rubens ficou com a bola após troca de passes no ataque e levantou na para Kauan Kelvin, que aproveitou escorregão de Lamarka – entrou na vaga de Anthony – e cabeceou sem dificuldades.

Pernambucanos buscaram nova alternativa na criação de jogadas (Imagem: SporTV)

Se indo ao setor ofensivo nada dava certo, coube a Felipe Alves realizar outras duas mexidas. Sapo e Dayvid foram acionados nos lugares de Cristiano e Felipinho, o que fez ter construção ainda na defesa numa saída 3+4 com Sapo ora sendo volante, ora recuando entre os zagueiros, formando um 4+3. O passe melhorou, mas o último passe vinha sendo o “calo” coral na conclusão dos lances.

O poderio ofensivo, entretanto, era nulo e a defesa dos gaúchos pouco foi exigida. A única boa oportunidade veio quando a zaga gremista afastou errado um cruzamento e Dayvid, da entrada da pequena área, mandou de primeira e a bola saiu à direita. Hugo e João Pedro ainda entraram para as saídas de Carlos Eddy, porém o placar não sofreu novas alterações e o Tricolor do Arruda deu adeus.

Crédito da foto principal: Fernando Vieira Sá/BHFOTO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: