Adeus: análise Mirassol 2 x 0 Sport

Por: Mateus Schuler

Como diria Vinícius de Moraes, palavra que faz chorar. O Sport não teve bom desempenho apesar de dois tempos distintos e foi eliminado da Copa São Paulo de Futebol Júnior após nova derrota frente ao Mirassol, nesta sexta-feira (14), por 2×0. O gols da partida em Bálsamo no Manuel Francisco Ferreira, pela terceira fase, foram de Du Fernandes e Gabriel Tota.

A boa atuação na classificação sobre o Linense fez com que o técnico Sued Lima não realizasse nenhuma alteração nos titulares, dando continuidade à equipe no 4-2-3-1. Ausentes com dores no joelho, o lateral-esquerdo Diego Ferreira e o meio-campista Ronald continuaram de fora e sequer figuraram entre os reservas.

Comandante leonino optou pela manutenção da base titular (Feito no Tactical Pad)

COMO FOI

O confronto começou bastante pegado, muito pelo forte calor, o que deixou as duas equipes sem muita criatividade. Mesmo com o equilíbrio, quem teve a iniciativa de buscar o gol foi o Sport, mas não conseguiu ser perigoso: livre na entrada da área, Paulinho limpou para a perna esquerda e chutou fraco para defesa segura de Vinícius.

Curtindo o conteúdo? Apoie o Pernambutático clicando aqui

Apesar disso, o Leão da Ilha ficou mais retraído em seu próprio campo, tendo duas linhas de marcação como maior destaque, porém variando entre 4-1-4-1 – mais frequente – e 4-4-2. O ponto fraco, contudo, foi a lateral direita e o treinador Sued Lima fez a alteração logo na primeira metade da etapa inicial: Diego saiu para a entrada de Cícero.

Do meio para o fim, o Mirassol se fez mais presente ao setor ofensivo, ficando na solidez defensiva dos pernambucanos. Na única vez que encontraram um espaço, aproveitaram corte errado de Baraka, trocaram passes e Kauan viu Du Fernandes aparecer por trás dos defensores; o camisa 5 esperou Adriano sair e tocou para dentro da barra.

Rubro-negros até tentaram neutralizar ações na etapa inicial (Imagem: Copinha/YouTube)

Para o segundo tempo, o comandante voltou sem mudanças, mas manteve a proposta dos 45 minutos iniciais. Dessa vez, entretanto, visando o empate e passando a ser mais incisivo. Enxergando o domínio – mesmo sem eficiência nas finalizações – dos leoninos, Sued promoveu a entrada de Leoni no lugar de Fábio, deixando apenas Ajul na cabeça de área.

Com mais ofensividade, o Leão da Praça da Bandeira continuou em busca de um espaço para deixar tudo igual. Quando encontrou uma brecha, falhou na pontaria: Francisco recebeu bom passe pela esquerda e tocou voltando na entrada da área para Paulinho, que emendou de primeira e a bola passou sobre a meta.

A superioridade persistiu, todavia os rubro-negros pecaram no último terço e demoraram a finalizar, sem explorar bem o poderio no ataque. Para ter ainda mais presença, Cícero e Caíque saíram, tendo – respectivamente – Marcelo e Porto em suas vagas, formando um 3-4-3 quando atacaram. No fim, porém, um chutão do sistema defensivo dos paulistas resultou em saída errada de Adriano e a bola caiu no pé de Gabriel Tota; com o gol aberto, ele só teve o trabalho de completar.

Pernambucanos povoaram ataque, porém sem sucesso (Imagem: Copinha/YouTube)

Créditos da foto principal: Igor Cysneiros/Sport

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: