Postura de campeão: análise Náutico 3 x 0 Íbis

Por: Felipe Holanda

Primeiro passo. O Náutico estreou com o pé direito na defesa do título ao bater o Íbis e largar na frente na corrida pelo bicampeonato Estadual. Carpina, duas vezes, e Júlio marcaram os dois gols da vitória por 3 x 0, neste sábado (22), nos Aflitos, na abertura do Campeonato Pernambucano Betsson 2022.

Para a estreia, Hélio dos Anjos trouxe algumas novidades: casos do zagueiro João Paulo, do meia Carpina e do atacante Ewandro, mas manteve a base tática. Hélio variou entre o 4-4-2 e o mais tradicional 4-2-3-1 na escalação inicial.

Como os timbus foram a campo (Feito no Tactical Pad)

COMO FOI TATICAMENTE

Impondo seu ritmo, o Náutico começou dominante. Tendo os laterais em avanço constante, Hereda na direita e Júnior Tavares na esquerda, a estratégia inicial foi formar um 4-4-2. Ewandro e Álvaro eram os mais avançados, enquanto o quarteto de meio dialogava com os homens de frente.

Postura inicial do Timba (Imagem: Globo)

A imposição ofensiva dos alvirrubros só aumentou. Após boa troca de passes, Carpina finalizou com rara felicidade da entrada da área e abriu o placar. De quebra, foi o primeiro gol do Pernambucano. Aliás, golaço.

À frente no placar, o Timbu seguiu dando as cartas, fluindo do 4-4-2 para o tradicional 4-2-3-1 em fase ofensiva. Foi letal. Vinícius Vargas rolou de calcanhar e Carpina, mais uma vez, esbanjou categoria para ampliar a dianteira dos donos da casa: 2 x 0.

Disposição ainda antes do segundo gol (Imagem: Globo)

Eis que o Íbis foi mais ofensivo.  Precisando reagir, até ocupou mais o campo de ataque, mas os comandados de Hélio dos Anjos se fecharam de acordo. Duas linhas de quatro, num 4-4-2, até compactando no 4-5-1 se preciso.

Num dos poucos cenários sem a bola (Imagem: Globo)

No segundo tempo, valorizando a posse e tentando (com sucesso) cansar o Íbis, o Náutico explorou uma saída de 3 com os zagueiros, tendo Djavan na primeira linha e os laterais à frente. Foi o suficiente para controlar ainda mais o jogo.

Saindo para o jogo na etapa final (Imagem: Globo)

A partida seguiu em ritmo de pré-temporada e o placar se manteve inalterado até os minutos finais. Os rubro-negros até conseguiram finalizar em gol, mas nada que assustasse o goleiro Lucas Perri. No fim, jovem Júlio protagonizou o golpe final.

Créditos da foto principal: Rafael Vieira/FPF

2 comentários em “Postura de campeão: análise Náutico 3 x 0 Íbis

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: