‘Vexame’ histórico: análise Íbis 2 x 1 Salgueiro

Por: Mateus Schuler

A alcunha de Pior Time do Mundo já é coisa do passado. Após hiato de 22 anos, o Íbis voltou a vencer no Campeonato Pernambucano, justo contra o Salgueiro, único campeão do interior. Kelven e Lucas Santana foram os autores dos gols do Pássaro Preto, enquanto Valdeir descontou no 2 x 1, em confronto realizado neste domingo (30), nos Aflitos, pela segunda rodada do Estadual.

Para a partida, os rubro-negros não tiveram a presença de Thyego, fora após testar positivo para covid, com Pablo acionado em seu lugar; Felipe Almeida entrou como lateral-direito, mantendo o 4-2-3-1 da estreia contra o Náutico. Os salgueirenses, por outro lado, tiveram a manutenção da equipe titular que iniciou no empate diante do Caruaru City.

Pássaro teve uma novidade forçada na escalação (Feito no Tactical Pad)

COMO FOI

O duelo começou bastante equilibrado, mas o Salgueiro foi para cima e teve a primeira boa oportunidade. Robinho recebeu pela esquerda, limpou para o meio e soltou o pé, parando em defesa de Lucas Peixe. O susto fez o Íbis sair do comodismo e crescer em campo, tendo duas chances de sair à frente do placar: na primeira, depois de troca de passes pela direita, Matheusinho fez o cruzamento rasteiro e Pablo chutou para boa intervenção de Jerfesson.

Logo na sequência, Roberto cobrou escanteio aberto e Wil mandou um voleio que ficou no goleiro. De tanto pressionar, no entanto, o Pássaro Preto explorou um espaço na defesa salgueirense para ficar em vantagem no placar. Vitor Damasceno levantou na pequena área e Kelven cabeceou no alto, tirando do alcance do Carcará.

Mesmo bem postado, tricolores criaram pouco (Imagem: TV FPF)

Para a segunda etapa, os sertanejos retornaram com as entradas Léo Santos e Patrick Nonato nos lugares de Hebert e Robinho, respectivamente. Assim, os tricolores ficaram mais presentes ao ataque e tiveram a chance do empate quando Hudson recebeu na pequena área e finalizou de primeira sobre o gol, perdendo bom momento.

A intensidade ofensiva fez Silvio Criciúma colocar Pedro Maycon na vaga de Wescley, dando novo gás ao setor. Logo no primeiro lance em campo, Pedro completou escanteio fechado de Valdeir e desviou ao fundo do barbante, o que deixou a partida em aberto durante toda a etapa final. O empate gerou a primeira mudança no Pássaro, com Lucas Santana acionado no espaço de Matheusinho.

Rubro-negros ficaram bastante ofensivos antes de abrirem o placar (Imagem: TV FPF)

Quando o Salgueiro acreditou que pudesse esboçar a reação e conquistar a virada, tudo veio por água abaixo com a expulsão direta de Favero depois de matar contra-ataque. Apesar da inferioridade numérica, o Carcará quase fez o segundo gol: Wil se enrolou sozinho e Hudson chutou forte, mas Lucas Peixe afastou o perigo fazendo boa defesa.

Em vantagem na quantidade de peças dentro de campo, o Íbis se atirou com as entradas de Gabriel Henrique e Delegado nas vagas de Pablo e Rosivaldo. As alterações mantiveram os rubro-negros na busca pela vitória, alcançada já na reta final: Lucas Santana recebeu de Gabriel Henrique após tabelarem e finalizou de fora da área; ainda que o chute saísse mascado, a bola encobriu Jerfesson e morreu dentro da barra, dando números finais ao confronto.

Pássaro Preto foi recompensado pela insistência no fim (Imagem: TV FPF)

Créditos da foto principal: Michael Fotógrafo/Íbis

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: