Sport no Campeonato Pernambucano: como joga taticamente o Vera Cruz

Por: Mateus Schuler

Jogando à vera. Após tropeço ante o Retrô, o Sport de Gustavo Florentín encara o Vera Cruz para voltar a rugir mais alto e reencontrar caminho das vitórias no Campeonato Pernambucano Betsson 2022. Jogo pela terceira rodada está marcado para ocorrer na tarde deste sábado (5), às 16h30, na Ilha do Retiro.

Separamos tudo sobre o próximo adversário rubro-negro: principais posicionamentos táticos, estilo de jogo, números, jogadores para ficar de olho, e muito mais do Galo do Maués.

Para o compromisso, o técnico Gabriel Lisboa não tem a presença do lateral-direito Sinho, com Moisés sendo o substituto. No meio-campo, há chance de Maurício ser acionado, mas ainda sem definição de quem perderia o espaço entre os 11, assim como Braga pode entrar no lugar de Raulisson, mantendo o 4-3-3 do Galo.

Comandante deixou em aberto possíveis mudanças no time (Feito no Tactical Pad)

COMO ATACA

Mesmo ainda sem ter vencido no Estadual, o Vera Cruz até tem se mostrado um time com boas variações táticas ofensivamente, que já resultou em três gols marcados. A principal delas é a manutenção do 4-3-3 de base, tendo os laterais ajudando na criação, pois a equipe se posta sem um meia armador de origem, tendo dois centrais à frente do primeiro volante.

Curtindo o conteúdo? Apoie o Pernambutático clicando aqui

Laterais dão amplitude para achar espaços na marcação rival (Imagem: TV FPF)

Outra possibilidade é a formação de um 4-4-2, com um dos pontas caindo mais recuado, ficando junto aos demais meio-campistas, enquanto o outro é companheiro do centroavante na frente. Assim, apostam numa transição de menos intensidade, porém usando mais a velocidade pelos lados do campo, tentando explorar o contra-ataque.

Jogadores da beirada se revezam na dupla junto ao centroavante (Imagem: TV FPF)

“O ponto mais forte que pude identificar no time é a bola parada e sempre procurando os jogadores mais altos. O meio-campo é quem fica responsável por fazer a transição, trabalhando bem a bola e dando sustentação ao ataque, tendo os pontas ajudando o centroavante”

Lucas Vasconcelos, comentarista na TV FPF

COMO DEFENDE

Defensivamente o Galo do Maués tem passado por instabilidade, inclusive na reta final das duas partidas disputadas até o momento. Dos quatro gols que sofreu, dois saíram nos acréscimos do segundo tempo, apontando o erro da marcação. A principal postura do Vera é o 4-1-4-1, fixando um dos volantes e os demais mais adiantados, além dos extremos abertos pelos lados.

Tricolor joga muito retraído para poder contra-atacar (Imagem: TV FPF)

“Um time que joga em linha baixa a maioria do tempo. Primeiro time onde vejo Matheus Rosas jogar tão recuado, enquanto no lado esquerdo da marcação, quando Giva teve dificuldades, foi Raulisson quem voltou mais; ainda assim, Jaílton aparece como opção para ajudar no setor”

Lucas Vasconcelos, comentarista na TV FPF

Outra possibilidade dos comandados de Gabriel Lisboa é performar no 5-3-2, tendo o primeiro volante recuado à primeira linha, já os meio-campistas são companheiros de um dos pontas. Dessa maneira, fica mais compactado e os espaços são fechados principalmente pelo meio, contudo dando liberdade aos adversários para se infiltrarem usando as laterais do campo.

Blocos até se compactam, mas dão brechas para troca de passes (Imagem: TV FPF)

PARA FICAR DE OLHO

Márcio (ZAG) – Principal referência do sistema defensivo, o zagueiro é quem mais se destaca, com a bola aérea sendo a arma. Responsável por dar mais sustentação ao setor, tem forte poder de marcação, mas a maior qualidade é quando aparece pelo alto, tanto quando está no ataque – marcando um gol – como na defesa.

Matheus Rosas (MC) – Com passagem pelo Sub-17 do Sport, acumula ainda rodagem no futebol nacional, tendo mais presença em campo de 2019 para cá. Em Pernambuco, já vestiu as camisas de Cabense, América, Salgueiro e Central, chegando ao Galo do Maués após atuar pelo Iraty durante a terceira divisão do Paranaense, sendo responsável pela transição.

Vinícius Caveira (ATA) – Formado na categoria de base do Flamengo-SP, o jovem atacante vem pegando espaço no Vera. Destaque ao longo da pré-temporada, chegando a balançar as redes, é titular garantido na equipe de Gabriel Lisboa; nos dois jogos que disputou até agora pelo Estadual, também já fez um gol, mas tem se destacado pela boa movimentação no ataque.

Créditos da foto principal: Arthur Rodrigues/Vera Cruz

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: