Ave Fênix: análise Retrô 4 x 0 Sete de Setembro

Por: Mateus Schuler

Voando alto na tabela, o Retrô fez mais uma vítima no Campeonato Pernambucano Betsson 2022. A Fênix massacrou o Sete de Setembro e colou na liderança do Estadual, se igualando aos 12 pontos do Santa Cruz. Os gols dos 4 x 0 foram marcados por Charles, João Guilherme, Erivelton Araújo e Felipe Alves, em jogo pela quarta rodada, nesta quarta-feira (16), na Arena de Pernambuco.

Comandada por Rômulo Oliveira, pois Dico Wooley foi expulso ante o Náutico, a equipe azulina entrou em campo mantido no tradicional 4-3-3, porém teve duas novidades: Erivelton no gol e Gelson, reestreando como titular, no lugar de Lucas Silva. Já o Lobo-Guará, por outro lado, entrou modificado depois da derrota para o Santa Cruz, mas com a manutenção do 4-2-2-2.

Times foram escalados com a manutenção do sistema tático (Feito no Tactical Pad)

Curtindo o conteúdo? Apoie o Pernambutático clicando aqui

COMO FOI

A partida começou exatamente como se esperava, com o Retrô buscando se impor em casa e a manutenção da invencibilidade. O Sete de Setembro, por outro lado, ficou mais retraído no seu próprio campo e viu Gustavo Ermel sair no meio da marcação e perder a primeira boa chance, batendo para fora. A sequência foi cruel, pois Charles cobrou falta forte na entrada da área e não deu chances de defesa a Neneka.

Postada no 4-3-3 quando tinha a bola, a Fênix continuou bastante intensa ao longo da primeira etapa, sendo amplamente superior. Na base do abafa, até ficou próxima de ampliar a vantagem, mas falhou na conclusão: Mayk bateu lateral na pequena área, Giva fez o pivô para Charles, que chutou de primeira sobre o gol setembrino.

Retroenses mantiveram mesma proposta de outros jogos (Imagem: TV FPF)

Bem precavido na defesa, o time azulino performou duas linhas de 4 sólidas e conseguiu neutralizar as investidas do Lobo-Guará, que tentou chegar num 3-5-2, tendo Anderson São João ao lado dos zagueiros, dando liberdade aos laterais. Assim, a última grande oportunidade dos primeiros 45 minutos foi a favor dos mandantes, quando Gelson recebeu de Renato e mandou por cima da meta.

No segundo tempo, Gelson, Giva, Gustavo Ermel e Radsley saíram de campo, substituídos por Otávio, João Guilherme, Breno e Felipe Alves, mesmo com a vantagem dos retroenses. Inicialmente, a equipe de Camaragibe até atacou, contudo foram os visitantes que chegaram mais intensamente; Anderson São João levantou na área e Abuda cabeceou para um milagre de Erivelton.

Alviverde garanhuense buscou nova formatação ofensiva, mas sem sucesso (Imagem: TV FPF)

Pouco depois, Anderson São João ficou com a bola na entrada da área e, em liberdade, arrematou no canto direito, entretanto o goleiro afastou. Apesar da evidente evolução setembrina, os donos da casa foram letais. Primeiro com a finalização precisa de João Guilherme, ao receber de Breno, batendo no alto e colocado.

Do meio para o fim, a soberania continuou e o placar final foi definido tendo certa tranquilidade, parecendo que só valia se fosse golaço. Erivelton Araújo, acionado na vaga de Renato, recebeu bom passe na intermediária e chutou tirando de Neneka, acertando o ângulo. Em sequência, Pedro Costa fez lance pela direita e tocou na medida para Felipe Alves que, livre, teve o trabalho de empurrar ao fundo do gol.

Charles recuou para ajudar na transição dos azulinos em saída de 3 (Imagem: TV FPF)

Créditos da foto principal: Abne Quintino/Retrô FC

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: