Passagem de bastão: análise Náutico 3 x 0 Atlético-BA

Por: Ivan Mota

Trintou. Com grande atuação de Jean Carlos, o Náutico se mantém vivo na Copa do Nordeste ao vencer o Atlético-BA por 3 x 0 nesta terça-feira (15), deixando boa impressão na passagem de bastão para o técnico Felipe Conceição. Além do camisa 10, Leandro Carvalho e Robinho marcaram na vitória do Timbu, em partida válida pela quinta rodada.

O novo treinador alvirrubro ainda não estava presente ao banco de reservas, mas decidiu repetir a mesma escalação do duelo contra o Fortaleza, quando o time empatou por 2 x 2. O time seguiu o 4-2-3-1, com Jean Carlos, Ewandro e Leandro Carvalho atuando próximos a Kieza. Rafael Ribeiro também seguiu na equipe, formando dupla com Camutanga no miolo de zaga.

Timbu repetiu a escalação inicial pela segunda vez consecutiva (Feito no Tactical Pad)

COMO FOI

A primeira etapa começou equilibrada, com os dois times criando bastante. E era o Náutico quem chegava mais perigosamente, sempre na participação de Jean Carlos. Foi do camisa 10, no dia em que completou 30 anos de idade, o primeiro gol do jogo. O Mágico acertou forte batida na trave, a bola voltou nas costas do goleiro Fábio Lima e morreu no fundo das redes.

Curtindo o conteúdo? Apoie o Pernambutático clicando aqui

Felipe Conceição acompanhou o jogo das arquibancadas e, mesmo assim, conseguiu dar algumas instruções a seus comandados; uma mudança clara de postura alvirrubra foi já na saída de bola. O goleiro Lucas Perri teve papel importante, evitando a ligação direta e iniciando muitas vezes as jogadas, se aproximando dos zagueiros e deixando a grande área.

Com a vantagem no placar, o Timbu até seguiu atacando, mas também viu o Carcará chegar. Ao longo do confronto, os visitantes acertaram a trave três vezes. A primeira saiu dos pés do volante Dionísio, que aproveitou uma falha da defesa e chutou de longa distância assustando. Tentando se defender, os alvirrubros se armaram no 4-4-2, tendo Ewandro e Leandro Carvalho junto à cabeça de área.

O segundo tempo já começou tendo mudanças. Robinho entrou no lugar de Kieza, que estava amarelado, e foi muito participativo. Logo aos três minutos, o atacante tabelou com Leandro Carvalho, que arrematou de fora da área e mandou a bola no canto, sem chances para o goleiro, ampliando o placar. E um minuto depois foi a vez do camisa 19 anotar o seu, finalizando colocado para marcar o terceiro gol do Timbu e garantir o resultado.

Duas linhas de 4 na marcação do Timbu (Imagem: Nordeste FC)

Mesmo em grande desvantagem, o Atlético Alagoinhas conseguiu chegar ao ataque algumas vezes dando sustos, acertando a trave com Jerry e Jeferson, mas faltou sorte para conseguir diminuir o resultado negativo. Ainda assim, o time baiano continuou insistindo em busca de espaços, porém não mostrou efetividade nas investidas.

Com várias alterações, o Timba tentou manter a posse de bola e chegava ao ataque no 4-2-3-1. Os homens mais ofensivos variaram bastante de posição, tendo Ewandro flutuando entre ponta e meio depois da saída de Jean Carlos. A vitória fez os alvirrubros não somente irem à segunda posição do Grupo B, mas também seguirem se aproximando da classificação.

Após mudanças, Náutico ataca no tradicional 4-2-3-1 (Imagem: Nordeste FC)

Créditos da foto principal: Tiago Caldas/CNC

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: