Náutico no Campeonato Pernambucano: como joga taticamente o Salgueiro

Por: Felipe Holanda

Sacudindo a poeira. Precisando reagir, o Náutico encara o Salgueiro pelo Campeonato Pernambucano Betsson 2022 com a obrigação de vencer e dar a volta por cima após insucessos recentes, incluindo eliminação precoce na Copa do Brasil. Embate entre Timbu e Carcará está marcado para esta Quarta-feira de Cinzas (2) às 19h, nos Aflitos, válido pela sétima rodada do Estadual.

Separamos tudo sobre o próximo adversário alvirrubro: principais posicionamentos táticos, estilos de jogo, números, informações exclusivas de uma setorista, jogadores para ficar de olho, e muito mais do Carcará.

O TIME

Para o confronto com o Timba, os salgueirenses não possuem nenhum desfalque, seja por lesão ou suspensão. Por isso, o técnico Sílvio Criciúma deverá repetir a escalação utilizada nos últimos quatro jogos, inclusive na eliminação da Copa do Brasil frente ao Santos, mantendo o esqueleto tático do 4-2-3-1.

Provável formação inicial sertaneja (Feito no Tactical Pad)

COMO ATACA

À procura da batida perfeita. Em evolução no Estadual, o sistema ofensivo do Salgueiro costuma se postar no 4-2-3-1 para envolver a marcação adversária e gerar chances de perigo com a movimentação dos homens de frente. Ao todo, foram 11 gols no Pernambucano até aqui, números idênticos ao do próprio Náutico; melhor ataque é o do Santa Cruz, que fez 16.

Imposição ofensiva do Carcará (Imagem: TV FPF)

O camisa 10, Valdeir, atua mais por dentro, organizando o jogo sertanejo, enquanto Hudson é o homem da referência, tendo Pedro Maycon – ou Robinho – e Wescley abertos pelas pontas. Por trás deles, Kady é geralmente quem inicia a transição ofensiva, com Léo Santos mais fixo à frente da cabeça de área.

“O time está ficando muito previsível em relação à bola aérea, já que está sempre buscando o zagueiro Lucão. As jogadas são sempre trabalhadas por Valdeir no meio de campo, buscando Pedro Maycon pela esquerda ou Wescley pela direita”

Liliane Alves, repórter da Rádio Asa Branca de Salgueiro

Quando quer valorizar a posse, a equipe de Sílvio Criciúma aposta numa saída 4+3, tendo Valdeir recuando para qualificar o passe. Neste cenário, os pontas tentam dar profundidade, enquanto os laterais, amplitude, gerando desmarques.

Espaçamento das peças na construção (Imagem: TV FPF)

COMO DEFENDE

Se o ataque dá bons frutos, o sistema defensivo vai na mesma pegada. Sofrendo apenas seis gols, o Salgueiro tem a segunda defesa menos vazada do Campeonato Pernambucano, atrás apenas de Náutico e Retrô, ambos com cinco. A estratégia mais utilizada é se fechar com duas linhas de 4, no 4-4-2, tendo os pontas recuando para auxiliar na recomposição.

Postura sertaneja sem a bola (Imagem: TV FPF)

“O Salgueiro costuma jogar com duas linhas de 4, principalmente quando se trata de adversários mais fortes. O setor tem que ser ajustado, pois a marcação dentro da área tem sido muito falha”

Liliane Alves, repórter da Rádio Asa Branca de Salgueiro

Outra alternativa de Sílvio Criciúma é explorar o 4-5-1 tentando povoar melhor o meio e dificultar a troca de passes da equipe rival. Dessa forma, apenas o centroavante Hudson fica mais isolado à espera de um possível contragolpe.

Marcação zonal dos sertanejos (Imagem: TV FPF)

PARA FICAR DE OLHO

Lucão (ZAG) – Homem gol. Artilheiro do Salgueiro no Pernambucano com quatro tentos, Lucão é uma das sensações do Estadual até aqui. Vai bem nas obrigações defensivas, caindo mais pela direita, mas se destaca mesmo nas jogadas aéreas. Das quatro bolas nas redes que acumula, três foram de cabeça.

Valdeir (MEIA) – Camisa 10. Sempre organizando as jogadas do Carcará, Valdeir é o mais acionado do time do meio para frente. Já acumula três assistências na competição e precisa ser bem marcado pela dupla de volantes. Caso contrário, pode causar estragos, mesmo sem ainda ter balançado as redes na temporada.

Hudson (ATA) – Contratado para ser o homem-gol do Tricolor do Sertão, ainda não correspondeu à altura, porém é peça fundamental ao modelo de jogo. Com bons pivôs, participa de boa parte das jogadas no ataque, seja abrindo espaços com sua boa movimentação, seja dando finalizações perigosas.

Créditos da foto principal: Rodrigo Avelar/SAC

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: